Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v1.djvu/177

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
SAUDADES




’Tis vain to struggle — let me perish young!

Byron.

 
Foi por ti que n’um sonho de ventura
A flôr da mocidade consumi,
E ás primaveras disse adeus tão cedo
E na idade do amor envelheci!

Vinte annos! derramei-os gota a gota
N’um abismo de dor e esquecimento...
De fogosas visões nutri meu peito...
Vinte annos!... não vivi um só momento!