Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v3.djvu/31

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Ao sol do meio-dia eu vi dormindo
Na calçada da rua um marinheiro,
Roncava a todo o pano o tal brejeiro
Do vinho nos vapores se expandindo!
 
Além um espanhol eu vi sorrindo,
Saboreando um cigarro feiticeiro,
Enchia de fumaça o quarto inteiro...
Parecia de gosto se esvaindo!
 
Mais longe estava um pobretão careca