Página:Obras poeticas de Ignacio José de Alvarenga Peixoto (1865).djvu/270

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
264

Applicai ao conversar
Todos os cinco sentidos,
Que as paredes têm ouvidos,
E tambem podem fallar:
Ha bichinhos escondidos,
Que só vivem de escutar.

Quem quer males evitai
Evite-lhe a occasião,
Que os males por si viráõ,
Sem ninguem os procurar,
E antes que ronque o trovão,
Manda a prudencia ferrar.

Não vos deixeis enganar
Por amigos, nem amigas,
Rapazes e raparigas
Não sabem mais que asnear;
As conversas e as intrigas
Servem de precipitar.

Sempre vos deveis guiar
Pelos antigos conselhos,
Que dizem que ratos velhos
Não ha modo de os caçar:
Não batão ferros vermelhos,
Deixem um pouco esfriar.