Página:Obras poeticas de Ignacio José de Alvarenga Peixoto (1865).djvu/73

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
IV
NOTAS

(1) Verso de Basilio da Gama, no soneto a Nossa Senhora Madre de Deos, citado por Américo Elysio (José Bonifácio) no prologo de suas Poesias avulsas, em identicas circumstancias.
(2) É o ultimo, isto é, o vigesimo d’esta collecção. Inclui-o tambem na collecção das obras de José Basilio da Gama, e figura entre os sonetos.
(3) Foi impresso com o seguinte titulo: Na inauguração da estatua equestre consagrada á memoria d’el-rei nosso senhor no faustissimo dia 6 de Junho de 1775. — Soneto. No fim lè-se: Do Dr. Ignacio José de Alvarenga. É o segundo da presente collecção.
(4) Patriota, v. II, n. 1, p. 46, e Parn. bras., t. I,