Página:Pacotilha poetica.pdf/87

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
83
sempre constante?


HOMENS

2 Emquanto não acha outro
   Mais bello e de mais recheio,
   Servis a ella, mais sois
   Na verdade muito feio!

3 Ha de ser! Oh que esperança
   Não tem este maganão!
   Querer que a tal namorada
   Seja do sexo excepção.

4 Pateta! E pensando nisso
   A outras mil desprezais,
   Não vêdes que a desprezando
   Amar-vos-ha ella mais ?

5 Como? Pois sois inconstante
   Como ninguem aqui ha,
   E quereis achar constancia?
   Ora, essa não é má!

6 Ella? que triste loucura,
   Que damnada pretenção!
   Mulher que tenha constancia
   Será de nova invenção.

7 Todo tolo que namora
   Deve máo fim esperar,
   Por isso em sua constancia,
   Ah! não vos deveis fiar.