Página:Ultimos Sonetos.pdf/194

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
188
ULTIMOS SONETOS


As estrellas captivas no teu seio
Dão-me um tocante e fugitivo enleio,
Emballam-me na luz consoladôra!

Abre-me os braços, Solidão radiante,
Funda, phenomenal e soluçante,
Larga e budhica Noite redemptôra!