Página:Ultimos Sonetos.pdf/68

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
62
ULTIMOS SONETOS


Tu'alma é como esta harpa peregrina,
Que tem sabôr de musica divina
E só pelos eleitos é tangida.

Harpa dos céos que pelos céos murmura
E que enche os céos da musica mais pura,
Como de uma saudade indefinida.