Pacotilha poetica/Que fortuna terá na loteria

Wikisource, a biblioteca livre
< Pacotilha poetica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pacotilha poetica
Que fortuna terá na loteria


HOMENS

2 Tendes de comprar bilhetes
  Quarenta vezes em vão,
  Porém a final de contas
  Fartareis vossa ambição.

3 Por vossa grande ambição,
  Ventura não podeis ter,
  Amanan tudo Io pierde
  Quen oje tudo lo quier.

4 Tereis a grande em bilhetes,
  E a immediata também,
  Porém pobre como nunca
  Ficareis sem um vintém.

5 Não tereis sequer um premio,
  Que tiral-o é cousa rara
  Em os taes meios bilhetes,
  Bilhetes de meia cara.

6 Deixai-vos de loteria,
  Que sempre é jogo de azar,
  Onde sempre ha que perder,
  Se bem que muito a ganhar.

7 Aonde sahio a grande,
  Lá no largo da Carioca,
  Em cautelas vereis ainda
  Sahir o peixe da tóca.

SENHORAS

2 «Senhora quer comprar vigesimos?»
  Oh! não lhe digais que não,
  Comprai todos, mas sentido
  Dos brancos co'a logração.

3 Tereis immensa ventura,
  Com a grande vos achareis,
  Mas dahi a quatro mezes
  Já della nada tereis.

4 Teimai com um numerozinho,
  Que sereis afortunada,
  Embora por varias vezes
  Não consigais mesmo nada.

5 A algum velho rabugento
  Pedi dinheiro emprestado,
  Que tereis o premio grande
  Bilhete com elle comprado.

6 Não vos mettais com esses jogos,
  Sempre são jogos de azar;
  Que fortunas em loterias
  Jamais podereis achar.

7 Difficil é que acerteis,
  Como que não acerteis,
  E' melhor o meu conselho;
  Bilhetes nunca compreis.

SENHORAS

8 Pois um quarto comprareis
  Interessado com alguem,
  Porém que esse alguem não saiba
  E vós vos sahireis bem.

9 Cautelas e mais cautelas,
  Cautelas, sempre cautelas;
  Que importa que ganheis pouco,
  Se perdeis só bagatelas?

10 Em tres mil e setecentos
   Um bom premio tirareis,
   Mas em qual das loterias
   E' o que não sabereis.

11 No canto da rua de S. Pedro
   Bilhetes mil comprareis;
   Brancos, brancos, sempre brancos,
   Até que a grande tereis.

12 Loteria! Loteria!
   Que jogo de tentações!
   Jogai antes com os amores,
   Ganhareis mil corações.

HOMENS

8 Já pagastes aos credores
  E áquella lavadeira?
  Pois cuidai primeiro nisso
  Que na sorte aventureira.

9 Co'um dos chegados ha pouco
  Comprareis quatro bilhetes,
  Eu já vos dou os emboras,
  Atacai já os foguetes.

10 Em cautelas dentro em breve
   Sereis muito afortunado
   Mas do premio na cobrança
   Ficareis mais que mamado.

11 De interesse co'uma moça
   Com essa que ahi está,
   Para vós toda ventura
   N'um bilhete se achará.

12 Co'uma velha interessado
   Tirareis a grande sorte,
   Porém primeiro é preciso
   Que a recebais por consorte.