Pacotilha poetica/Se o ama por interesse ou inclinação

Wikisource, a biblioteca livre
< Pacotilha poetica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pacotilha poetica
Se o ama por interesse ou inclinação


SENHORAS

2 Por interesse; sois rica?
  Se não sois, ha seu motivo;
  Não se torna sem interesse
  Seu peito logo captivo.

3 Por interesse, pois dizem
  Que fazeis um vatapá
  Tão gostoso, que em quitutes
  Mais gostoso se não dá.

4 Porque sois no genio meiga
  E no todo mui gentil,
  E tendes em grande dose
  Os quindins cá do Brazil.

5 Por interesse, pois gostam
  Das pamonhas que fazeis,
  E das balinhas do Parto
  Que junto a porta vendeis.

6 Como tendes bellos olhos,
  Talvez por inclinação;
  Mas eu digo que vos amam
  Cá por certa tentação.

7 Um doutor pensa que vós
  Tendes dinheiro de mais;
  Mas quer-vos sinceramente
  Um a quem eu sei que amais.

HOMENS

2 Por interesse, que sois
  Também mais interesseiro;
  Assim fosse o vosso peito
  Mais constante e verdadeiro.

3 Sereis por inclinação
  Amado de uma sinhá,
  Que vos verá para o anno
  Na festa de Paquetá.

4 Por interesse vos ama
  Uma mocinha trigueira;
  Sentido, pois que passais
  Por um páo de cabelleira.

5 Ha quem tenha p'ra comvosco
  Tal ou qual inclinação,
  Porém vós correspondeis
  Com interesseira ambição.

6 Sois um vil; vossos amores
  São sommar, multiplicar,
  Porém lá de repartir
  Não gostais de ouvir falar.

7 Por interesse sómente
  Casais, para depois morrer;
  Se deixardes bom dinheiro,
  Não vos hão de esquecer.

SENHORAS

8 Por interesse! Que máo!
  Que damnado coração!
  Bem precisava tres annos
  Na casa de Correcção.

9 Por interesse vos ama
  Um tal ou qual geringonça,
  Que já foi alguma cousa,
  Porém no tempo do Onça.

10 Por inclinação vos ama
   Um certo moço do Ingá,
   Vadio que passa a vida
   N'uma rede do Pará.

11 Por interesse, mas vêde
   E' interesse de amor;
   Quer tambem correspondido
   Ser no fogo abrasador.

12 Por inclinação; sois bella,
   Captivaste o rapaz,
   Qu'inda hontem no navio
   Se occupava no lambaz.

HOMENS

8 Por amor, que amor se paga
  Tão sómente com amor;
  Mas sabei que nem por bella
  E' sempre innocente a flôr.

9 N'uns amores mysteriosos
  Não póde interesse haver...
  N'uma chacara em S. Christovão,
  A noite... o canto e o prazer!

10 Como amais por interesse
   A uma menina bella.
   Vossos namoros em breve
   Dão em água de barrella!

11 Por inclinação sómente
   Ha quem vos ame ás direitas;
   E' aquella mulatinha
   Que anda sempre á vossa espreita.

12 Por inclinação vos ama
   Quem, senhor, não está aqui;
   Tem mimos, quindins, caricias,
   Dá unhadas de ciri.