Pesquisando/IV/Conclusão e posfácio

Wikisource, a biblioteca livre
< Pesquisando‎ | IV
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pesquisando por Salvatore D’ Onofrio
Conclusão e posfácio


Conclusão ou posfácio

Dependendo do tamanho do trabalho, a conclusão pode estar implícita no final do trabalho ou ocupar um capítulo à parte. O importante é que o posfácio retome o que estava prometido na introdução, demonstrando que a pesquisa conseguiu atingir os objetivos propostos, apesar das dificuldades encontradas. Pode ainda sugerir que outros assuntos relacionados com o tema desenvolvido são passíveis de serem retomados em trabalhos posteriores.

É de fundamental importância que estas três partes (introdução, desenvolvimento e conclusão), além de terem uma coerência interna, sejam redigidas de forma harmônica, respeitando as proporções entre os três momentos. A introdução e a conclusão não podem ocupar mais do que uma décima parte do corpo do trabalho. Este, se precisar ser dividido em capítulos, deve apresentar a maior homogeneidade possível: não fica bem desenvolver um tópico em duas páginas e outro em 20. É preciso saber agrupar a matéria para evitar-se a desproporção entre as partes. Se o trabalho for pequeno, não precisa dividi-lo em partes, nem colocar introdução e conclusão em capítulos separados. De uma forma sintética, num bloco só, o pesquisador apresentará os três elementos constitutivos do trabalho científico.