Quem não tem conhecimento

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quem não tem conhecimento
por Anónimo
Cantiga renascentista portuguesa do Cancioneiro de Paris.


Quem não tem conhecimento
nem o quer ter de ninguém
não quero seu mal nem bem
que também sei ser isento.

Se não quereis conhecer
minha fadiga em doer-vos,
que me presta por querer-vos
a mi mesmo aborrecer.
Ou que presta obedecer
nem querer morrer por quem
não conhece mal nem bem.

Tendes de vós liberdade
fazeis tudo o que quereis,
nem meu amor conheceis
nem mudais vossa vontade.
Ou mudai a calidade
ou não se mova ninguém
a dizer que vos quer bem.