Sempre fiz vossa vontade

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sempre fiz vossa vontade
por Anónimo
Vilancete renascentista português presente no Cancioneiro de Elvas.


Sempre fiz vosſa võtade,
mas agora,
naõ sois vos minha señora.

No tempo q̃ mais folgaua,
Mór engano recebia,
Se com razaõ me queixaua,
Co contrairo me vencia.

O quam mal vos conhecia,
Mas agora,
Naõ sois vós minha señora.