Sempre vos eu doutra rem mais amei

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sempre vos eu doutra rem mais amei
por Afonso Sanches


Sempre vos eu doutra rem mais amei
Por quanto bem Deus em vós pôs, Senhor;
Desi ar hei grão mal e desamor
De vós e, porém, mia Senhor, não sei
Se me praza porque vos quero bem,
Se m’ar pese em por quanto mal me vem.

Por quanto bem, por vos eu não mentir,
Deus em vós pôs, vos amo eu mais que al;
Desi ar hei meu grande afã e mal
De vós e, porém, não sei bem partir
Se me praza porque vos quero bem,
Se m’ar pese em por quanto mal me vem.

Por quanto bem Deus em vós foi poer
Vos amo eu mais de quantas coisas são
Hoje no mundo e não hei se mal não
De vós e, porém, não sei escolher
Se me praza porque vos quero bem,
Se m’ar pese em por quanto mal me vem.

Pero, Senhor, pois me escolher convém
Escolho eu de ambas que me praza em.