Tractado da Terra do Brasil/II/VIII

Wikisource, a biblioteca livre
< Tractado da Terra do Brasil‎ | II

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cap. 8.º dos bichos da terra.

 

Naõ me pareçeo cousa fora de preposito tratar tambem neste summario dalgũs bichos que nestas partes se criaõ pois tudo ha na mesma terra, dado que daqui se não comprehenda mais que a differença e a variadade das criaturas que ha duãs terras pera outras.

Ha nestas partes muitos bichos mui feros e pessonhentos, prinçipalmente cobras de muitas castas e de nomes diuersos. Huãs ha tamgrandes e tam disformes que engolem hũ veado todo inteiro, e affirmão que tem esta cobra tal callidade que de pois de oter comido arrebenta pella barriga e apodreçe quanta carne tem pello corpo e fica somẽte no espinhaço com a cabeça e a ponta do Rabo saã, e tanto que desta maneira fica torna pouco a pouco a criar carne noua ate que se cobre outra vez da mesma carne taõ perfectamente como dantes, Isto viraõ e expremẽtaraõ mtos indios e moradores da terra. aesta chamão pella lingoa dos indios Giboiossú. Outras ha muito maiores e mais possonhentas doutra casta differente. Saõ tamgrandes en tanto estremo que apenas desaseis indios podiaõ leuar huã que matarão junto da costa antre os Portugeses aesta cobra chamaõ Surucucù. Outra geração ha dellas que lhe chamaõ boiteninga, tem na ponta do Rabo huã cousa que soa propriamenta, como cascauel e por onde esta cobra vai sempre anda Rogindo. he huã das feras bichas que ha na terra. Outras ha que lhe chamão hebijaras. tem duas bocas huã na cabeça outra no rabo mordem com ambas, esta cobra he branca e mui curta, o mais do tempo esta debaixo da terra, he pessonhentissima sobre todas, quem desta formordido não tera vida muitas oras, e assy qualquer destas outras que morder alguã pessoa o mais quedura saõ vinte equatro oras. Ha outra callidade dellas que naõ tem dentes nẽ mordem. Estas naõ saõ pessonhentas nẽ tam pouco muito grandes chamão lhe Japaranas. Tambẽ affirmão algũs homẽs que virão serpẽtes nesta terra com azas mui grandes E espantosas, mas achaõ se Raramẽte. Ha muitos lagartos e grandes pellos Rios dagoa doçe e pellos matos cuios testicollos cheiraõ milhor que almisere, E aqualquer Roupa que os chegão fica ocheiro pegado por muitos dias.

Os bichos mais feros e mais danosos q̃ ha na terra saõ tigres, estes animais saõ delles tamanhos como bezerros, vaõ se aos currais do gado dos moradores e mataõ muito delle e saõ taõ feros e forçosos que huã mão que lançaõ a huã vitella ou nouilho lhe fazem botar osmeollos fora e leuão no arrasto pera omato. Tambem pella terra dentro mataõ e comẽ algũs indios quãdo se achaõ famintos. Sobem pellas aruores como gatos, e dalli espreitaõ acaça que por baixo passa e Remetem de salto aella e destamaneira naõ lhes escapa nada algũs destes animais mataõ enfojos os moradores da terra.

Toda esta terra do Brasil he cuberta de formigas pequenas e grandes, estas fazẽ algũ dano as parreiras dos moradores e as larangeiras que tem nos quintaes, e se naõ foraõ estas formigas ouuera poruentura muitas vinhas no brasil ainda que la saõ pouco neçessarias porq̃ deste Reino vai tanto vinho que sempre aterra delle está prouida.

Tambem ha muita infinidade de mosquitos prinçipalmente ao longo dalgũ Rio antre huãs aruores que se chamaõ manges naõ pode nenhuã pessoa esperallos, e pello mato quando naõ ha viraçaõ saõ mui sobejos e persegẽ muito a gente.

Tambem ha huã geraçaõ de Ratos que trazẽ os filhinhos pendurados na barriga e alli se criaõ e andaõ assy pegados ate serẽ grãdes. Bogios ha muitos e de muitas castas como ja se sabe: tanto que as femeas parem pegaõ se os filhos nas suas costas e sempre andaõ caualgados nas mãis ate serẽ bem criados e posto que as persigaõ e as matem naõ sequerẽ desapegar dellas. Ha tambem muitos lobos marinhos e porcos marinhos que se criaõ no mar e na terra. Outros muitos bichos ha nestas partes pella terra dentro que sera impossiuel poderẽ se conheçer nẽ escreuer tanta multidaõ porq̃ assy como a terra he grandissima, assy saõ muitas as callidades e efeições das criaturas que Deos nella criou.