Tratado Berakhot (Mishná)/IV/3

Wikisource, a biblioteca livre
< Tratado Berakhot (Mishná)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mishná por Vários
Tratado Berakhot


Introdução[editar]

Esta mishná discute sobre a obrigatoriedade da recitação das Shemona Esrei (Dezoito bençãos).

Texto em hebraico[editar]

רבן גמליאל אומר:
בכל יום מתפלל אדם שמונה עשרה.
רבי יהושע אומר: מעין שמונה עשרה.
רבי עקיבא אומר: אם שגורה תפלתו בפיו – יתפלל שמונה עשרה;
ואם לאו – מעין שמונה עשרה.

Texto em português[editar]

Rabban Gamliel diz:
Todo dia um homem deve rezar as dezoito [bênçãos da Amidá].
O rabino Yehoshua diz: o conteúdo das dezoito [bênçãos] [1].

Rabbi Akiva diz: se a oração é fluente [2] em sua boca, deve-se dizer as dezoito [bênçãos];
Mas se não é - apenas o conteúdo das dezoito [3].

Comentários e notas[editar]

  1. Não há uma definição acurada do que isto significa: para alguns estudiosos, isto significa que cada benção deve ser recitada de forma abreviada (i.e. a primeira e a última sentença da benção). De acordo com outros estudiosos, no entanto, devem ser recitadas as três primeiras e as três últimas bençãos, sendo que as treze bençãos centrais são substituídas pela benção Havineinu que resume o conteúdo destas bençãos.
  2. No passado, as pessoas não possuíam siddurim (livro de bençãos) sendo obrigadas a decorar as bençãos a serem recitadas. Desta forma, se a pessoa não sabia realizar a recitação, poderia dizer apenas a forma abreviada.
  3. Ou seja, se a pessoa não possui um siddur em mãos ou está em uma situação na qual não consegue recitar as 18 bençãos, ela pode recitar a forma abreviada, exceto durante o inverno (porque é preciso pedir a chuva da bênção de Birkat Hashanim)e na noite do primeiro dia da semana logo após o Shabat (porque é necessário fazer Havdala na benção de Chonein Hadaat).Havineinu não é recitado também no Shabat e em Yom Tov.