Tratado Berakhot (Mishná)/IV/7

Wikisource, a biblioteca livre
< Tratado Berakhot (Mishná)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mishná por Vários
Tratado Berakhot


Texto em hebraico[editar]

רבי אלעזר בן עזריה אומר:
אין תפלת המוספין אלא בחבר עיר.
וחכמים אומרים:
בחבר עיר ושלא בחבר עיר.
רבי יהודה אומר משמו:
כל מקום שיש חבר עיר – היחיד פטור מתפלת המוספין.

Texto em português[editar]

Rabi Elazar Ben Azaryah diz:
Não se recita a oração adicional [1], exceto na presença da congregação. [2]
Mas os sábios dizem:
[Deve-se sempre recitar a oração adicional,] com ou sem congregação. [3]
Rabi Yehuda diz em nome [de Rabi Elazar Ben Azaryah]:
Qualquer lugar onde há uma congregação - um indivíduo está isento da oração adicional [4].

Comentários e notas[editar]

  1. Isto é, a oração de Musaf.
  2. Musaf não inclui petições individuais, sendo mais adequado ao nível da comunidade.
  3. Isto é, os sábios dizem que a oração adicional é obrigatória tanto ao indivíduo quanto para a comunidade, concordando assim com a Halachá (Lei judaica).
  4. Porque se pressupõe que o oficiante cumpre a função da recitação, não sendo necessária a recitação individual.