A Polca Mancada

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Polca Mancada
Composição de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .


A mancada 'stá doente,
Muito mal, para morrer;
Não há frango nem galinha
Para a mancada comer.

A dita polca mancada
Tem mau modo de falar:
De dia corre co'a gente,
À noite manda chamar.

A mancada está doente,
Muito mal, para morrer;
Na botica tem remédio
P'ra mancada beber.