Bíblia Aberta/João/I

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João - Capítulo I
por Vários


Esta página também faz parte do Projeto Bíblia Aberta.

A Palavra, o Filho de Deus[editar]

1No princípio, havia a Palavra [1]; e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era da qualidade de Deus[2]. 2 Aquele que era a Palavra[3] estava no princípio com Deus. 3 Tudo foi criado por ele; e nada do que existe foi criado sem ele. 4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos seres humanos.

5 A luz brilha na escuridão; e a escuridão não a dominou[4]. 6 Havia um homem enviado por Deus. O nome dele era João; 7 ele veio como testemunha para anunciar[5] a luz, para que todos cressem por meio dele. 8 Ele não era a luz, mas veio[6] para dar testemunho da luz. 9 A verdadeira luz, que ilumina a todo ser humano, estava vindo ao mundo. 10 Ele estava no mundo, e o mundo foi criado por ele; mas o mundo não o reconheceu. 11 Ele veio para o seu próprio povo[7], mas os seus não o receberam. 12 Mas todos que o receberam, ele deu o poder de se tornarem filhos de Deus. Estas pessoas são[8] as que creem em seu nome; 13 que nasceram, não de sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade de homem, mas sim de Deus. 14 A Palavra se fez carne e habitou entre nós. Nós vimos a sua glória[9] de Filho único[10] do Pai, cheio de graça e de verdade.

O testemunho de João Batista[editar]

15 João deu testemunho dele, e clamou[11]:

- Este é o de quem disse: "Aquele que vem depois de mim, é mais importante do que eu[12]", porque ele já[13] existia antes de mim.

16Pois todos nós recebemos daquilo que ele tem em abundância[14]: graça pela graça[15]. 17 porque a Lei foi dada por meio de Moisés, mas a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. 18 Ninguém jamais viu a Deus; o Filho único de Deus[16], que está junto[17] do Pai, contou como ele era[18]. 19 Este é o testemunho de João, quando os chefes dos[19] judeus enviaram sacerdotes e levitas de Jerusalém para lhe perguntarem:

- Quem é você?

20 Ele não negou, e declarou[20], dizendo:

- Eu não sou o Cristo.

21 Eles lhe perguntaram:

- Então o que? Você é Elias?

Ele respondeu:

- Não sou.

- Você é o profeta[21]?

- Não - Ele respondeu.

22 Então lhe disseram:

- Quem você é? Assim vamos poder dar resposta aos que nos enviaram. O que você diz de si mesmo?

23 Ele disse:

- Eu sou a voz do que clama no deserto: "Preparem[22] o caminho do Senhor", assim como o profeta Isaías disse.

24 Eles tinham sido enviados pelos fariseus. 25 Também lhe perguntaram:

- Por que, então, você batiza, se você não é o Cristo, nem Elias, nem o profeta?

26 João lhes respondeu:

- Eu batizo com água, mas no meio de vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é o que vem depois de mim[23], e que sou digno nem sequer de desatar a tira da sandália dele.

28 Isto aconteceu em Betânia[24] além do rio Jordão, onde João estava batizando.

O batismo de Jesus[editar]

29 No dia seguinte João viu Jesus que vinha até ele, e disse:

- Vejam o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 30 Este é de quem eu disse: "Depois de mim vem um homem que é mais importante do que eu[25], porque existia antes de mim". 31 Eu não o conhecia, mas eu estava batizando[26] com água para que ele se torne conhecido em Israel.

32 João deu testemunho, dizendo:

- Vi o Espírito descer do céu como pomba, e ficou sobre ele. 33 Eu não o conhecia, mas aquele me enviou para batizar com água, disse pra mim: "A pessoa[27] em quem você vir o Espírito descer, e ficar sobre ele, esse é o que batiza com o Espírito Santo". 34 Eu tenho visto e dado testemunho de que ele é o Filho de Deus.

Os primeiros discípulos de Jesus[editar]

35 No dia seguinte João estava lá outra vez com dois de seus discípulos. 36 Ele viu Jesus passando, e disse:

- Vejam ali o Cordeiro de Deus!

37 Os dois discípulos ouviram que ele disse, e seguiram a Jesus.

38 Jesus se virou e viu que eles o seguiam. Então lhes perguntou:

- O que vocês estão procurando?

Disseram-lhe:

- Rabi, onde tu estás morando? (Rabi significa Mestre)

39 Ele respondeu:

- Venham, e vejam.

Eles foram, e viram onde ele estava morando; e continuaram naquele dia com ele; era mais ou menos a hora décima[28].

40 André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram João, e que seguiram a Jesus[29]. 41 Ele procurou primeiro seu irmão Simão, e lhe disse:

- Encontramos o Messias! (Messias é o mesmo que Cristo).

42 E levou Simão[30] até Jesus. Jesus, olhou para ele, e disse:

- Você é Simão, filho de João; mas agora[31] você será chamado de Cefas. (Cefas é o mesmo que Pedro[32]).

43 No dia seguinte Jesus decidiu[33] ir à Galileia, Ele encontrou a Filipe, e lhe disse:

- Siga-me.

44 (Filipe era de Betsaida, a cidade de André e Pedro).

45 Filipe encontrou a Natanael e lhe disse:

- Encontramos aquele, de quem Moisés escreveu na Lei, e de quem os profetas falaram[34]! Ele é[35] Jesus de Nazaré, filho de José!

46 Natanael lhe perguntou:

- Pode sair algo bom de Nazaré?

Filipe lhe disse:

- Venha, e veja você mesmo[36].

47 Jesus, viu a Natanael se aproximando, e disse dele:

- Vejam um verdadeiro israelita[37], em quem não há falsidade!

48 Natanael lhe perguntou:

- De onde tu me conheces?

Jesus respondeu:

- Eu vi você, quando você ainda[38] estava debaixo da figueira, antes de Filipe lhe chamar.

49 Natanael lhe disse:

- Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel!(pois Jesus ainda não o tinha enxergado com olhos carnais)

50 Jesus lhe respondeu:

-Porque eu disse pra você que o vi debaixo da figueira, você crê? Coisas maiores coisas do que estas você verá.

51 E lhe disse:

- Com muita verdade eu digo pra vocês, que [39] vocês verão o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem.

Notas[editar]

  1. Grego λογος (logos) dito, discurso. Almeida RA e RC usa Verbo.
  2. Infelizmente João 1:1 é um dos versículos cuja interpretação é das mais controversas. A tradução preferida acaba sendo adotada pela crença do tradutor. Aqui citamos diferentes interpretações:
    • A Palavra era um deus. Esta interpretação está associada usualmente ao unitarismo. A base de argumentação é que no grego (θεος ην ο λογος) Deus (θεος) está sem artigo definido, que normalmente é utilizado para referir ao Deus supremo, enquanto que o artigo definido é ausente ao mencionar deuses pagãos (Atos 28:6). O grego não possuía artigos indefinidos. Outra prova seria que na tradução copta é utilizado um artigo indefinido, dando a entender que era um deus (ser divino) qualquer, e não o Deus Todo-Poderoso.
    • A Palavra era Deus. Esta é a interpretação associada ao trinitarianismo, e mais comum nas diversas traduções católicas e protestantes. A principal justificativa é a consistência com outras passagens em que há a sugestão de que Cristo também é Deus (João 14:9; 20:28). João não era politeísta como os moradores de Malta de Atos 28:6, portanto defendem que não se pode fazer analogia entre essa referência e João 1:1. Em contraposição ao argumento gramatical, mencionam que o Deus único em outros lugares nos textos gregos da seputaginta e do Novo Testamento, inclusive João 1:18, e que a omissão do artigo definido antes de um nome com sentido definido é possível no Grego quando o predicativo é anterior ao verbo (regra de Colwell). Portanto, a omissão do artigo definido não seria uma evidência da primeira interpretação acima. Quanto ao copta, o artigo indefinido também seria utilizado em outros lugares para se referir ao Deus Todo-Poderoso (1 João 1:5 e 4:8).
    • A Palavra era da qualidade de Deus. Uma terceira possibilidade é de que a construção aparentemente estranha aos olhos atuais seja resultado da intenção do autor de falar não no sentido absoluto de Deus ou de um deus, mas sim no sentido qualitativo, sendo a Palavra da qualidade ou da essência de Deus. Algumas traduções adotam essa perspectiva, "O que Deus era, a Palavra era" (Revised English Bible e rodapé da New English Translation). Esta interpretação está sendo adotada nesta tradução, por ser a menos controversa, mas não necessariamente invalidando as duas interpretações acima.
  3. que era a palavra foi incluído para que os próximos versículos concordem no masculino, coincidindo com Jesus.
  4. Grego κατελαβεν pode significar tanto encerrar, deter quanto compreender, entender, receber
  5. Literalmente testemunhar
  6. veio adicionado por questão de estilo
  7. povo foi adicionado por questão de estilo
  8. estas pessoas são foi adicionado por questão de estilo.
  9. Literalmente sua glória, glória como de Filho (...), reduzida por questão de estilo
  10. Ou unigênito. Os filhos de Deus do versículo 12 são como que adotivos, não procedentes do Pai, como foi Jesus.
  11. dizendo foi suprimido por questão de estilo
  12. Literalmente passou adiante de mim
  13. foi adicionado por questão de estilo
  14. Literalmente recebemos de sua plenitude
  15. Ou graça sobre graça. Possíveis interpretações de graça pela graça: (1) uma graça atrás da outra; (2) uma bênção graciosa por causa da graça de Deus (Deus se agradou de nós); ou (3) a graça da nova aliança que substitui a graça da velha aliança (NET Bible)
  16. Literalmente Deus unigênito (Nestle-Aland 27) ou Filho unigênito (Robinson-Pierpont e Textus Receptus)
  17. Literalmente no seio do Pai
  18. como ele era foi adicionado por questão de estilo
  19. chefes dos foi adicionado por clareza
  20. Ou confessou
  21. Deuteronômio 18:15
  22. Literalmente endireitem
  23. Robinson-Pierpont e Textus Receptus também tem que é adiante de mim
  24. Textus Receptus contém Betábara no lugar de Betânia.
  25. Literalmente é adiante de mim
  26. Literalmente vim batizar
  27. A pessoa foi adicionado por questão de estilo
  28. Aproximadamente 16 horas (4 da tarde)
  29. Jesus foi acrescentado para dar maior clareza
  30. Simão foi adicionado para dar maior clareza
  31. mas agora foi adicionado por questão de estilo
  32. Tanto Cefas quanto Pedro significam pedra; o primeiro no idioma aramaico, e o segundo no grego
  33. Literalmente quis
  34. falaram foi adicionado por questão de estilo
  35. Ele é foi adicionado por questão de estilo
  36. você mesmo foi adicionado por questão de estilo.
  37. Ou filho de Israel
  38. ainda foi adicionado para dar maior clareza
  39. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm a partir de agora