Bíblia Aberta/Lucas/VII

Wikisource, a biblioteca livre
< Bíblia Aberta‎ | Lucas
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lucas - Capítulo VII
por Vários


Esta página também faz parte do Projeto Bíblia Aberta.

A fé do centurião, e a cura de seu escravo[editar]

1 Depois de Jesus[1] ter terminado de falar todas as coisas para o povo ouvir[2], ele entrou em Cafarnaum. 2 E havia um centurião[3] que tinha um escravo[4] a quem queria muito bem,[5] que estava doente, quase morto. 3 Ele, quando ouviu falar de Jesus, enviou até ele alguns anciãos dos judeus, que lhe pediram para que viesse curar seu escravo.[4] 4 Estes anciãos, quando chegaram a Jesus, pediram-lhe com urgência:

- Ele merece[6] que tu lhe faças isto, 5 pois ele ama nossa nação, e até[7] construiu nossa sinagoga.

6 Então Jesus foi com eles. Quando ele já estava perto[8] da casa, o centurião enviou amigos, para lhe dizerem:

- Senhor, não te incomodes, porque eu não sou digno de que entres em minha casa.[9] 7 Por isso eu também não me considerei digno de vir a ti; mas dize uma palavra,[10] e o meu escravo[4] será curado. 8 Pois eu também obedeço aos meus superiores,[11] e tenho soldados que me obedecem.[12] Quando eu digo a um: "Vá", ele vai; e quando digo a outro: "Venha", ele vem. Quando digo a um escravo[4] meu: "Faz isto", ele faz.

9 Jesus, ao ouvir isto, ficou admirado, virou-se para a multidão que o seguia, e disse:

- Eu lhes digo, que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé!

10 Quando os que tinham sido enviados voltaram para a casa do Centurião[13], encontraram o escravo[4] totalmente curado de sua doença.[14]

Jesus ressuscita o filho de uma viúva[editar]

11 E aconteceu depois,[15] que Jesus[16] foi para uma cidade chamada Naim; e seus discípulos[17] e uma grande multidão foram com ele. 12 E quando ele estava chegando perto da porta da cidade, eis que estavam levando para fora um morto, filho único de sua mãe, que era viúva; e uma grande multidão da cidade estava com ela. 13 Ao vê-la, o Senhor se comoveu com ela,[18] e lhe disse:

- Não chore.

14 Então ele se aproximou, e tocou o caixão. Aqueles que o carregavam pararam. Então ele disse:

- Jovem, eu lhe digo: levante-se!

15 E aquele que estava morto se sentou e começou a falar; e Jesus o entregou à sua mãe. 16 Todos ficaram com medo, e glorificaram a Deus, dizendo:

- Surgiu um grande profeta entre nós![19]

E:

- Deus tem visitado[20] seu povo.

João Batista manda perguntar sobre Jesus[editar]

17 Essa notícia se espalhou por toda a Judeia e por todas as regiões ao redor; 18 e João foi informado por seus discípulos sobre todas essas coisas. 19 Então João chamou dois de seus discípulos, e os enviou ao Senhor[21], para perguntarem: "Tu és aquele que viria, ou devemos esperar outro?" 20 Estes homems chegaram até Jesus[22], e perguntaram:

- João Batista nos enviou a ti para perguntar: tu és aquele que viria, ou devemos esperar outro?

21 Enquanto isso,[23] Jesus curou a muitos de doenças, pragas[24] e espíritos malignos, e deu vista a muitos cegos. 22 Então ele[25] lhes respondeu:

- Vão contar a João as coisas que vocês viram e ouviram: os cegos veem, os aleijados andam, os leprosos[26] ficam limpos, os surdos ouvem, os mortos se levantam vivos, e aos pobres é anunciado o Evangelho.[27] 23 E bendito[28] é aquele que não se ofender comigo.

Jesus comenta sobre João e sobre a fé das pessoas[editar]

24 Depois dos mensageiros de João terem ido embora, Jesus[29] começou a falar à multidão sobre João:

- Vocês saíram até o deserto[30] para ver o quê? Uma cana sacudida pelo vento? 25 Vocês[31] saíram para ver o quê? Um homem vestido com roupas luxuosas? Eis que os que vestem roupas bonitas e vivem no luxo estão nos palácios dos reis. 26 Vocês[31] saíram para ver o quê? Um profeta? Sim, eu lhes digo, e muito mais que um profeta. 27 Este é aquele sobre o qual está escrito:
Eis que envio o meu mensageiro[32] antes de tua presença,[33] que preparará o caminho diante de ti.[34]
28 Eu[35] lhes digo: entre os nascidos de mulher, não há ninguém[36] maior do que João;[37] mas o menor no reino de Deus é maior do que ele.
29 E todo o povo que o[38] ouviu e os cobradores de impostos reconheceram que Deus era justo, tendo sido batizados com o batismo de João, 30 mas os fariseus e os especialistas da lei rejeitaram o plano de Deus para si mesmos, e não foram batizados por ele.
31 Portanto[39] a quem posso comparar este tipo de gente?[40] A quem são semelhantes? 32 São semelhantes às crianças que se sentam na praça e gritam umas às outras: "Tocamos flauta para vocês, mas vocês não dançaram; nós clamamos[41] lamentações,[42] mas vocês não choraram!"[43] 33 Porque veio João Batista, que não come pão nem bebe vinho, e vocês dizem: "Ele tem demônio!" 34 Veio o Filho do homem, que come e bebe, e vocês dizem: "Vejam como ele é comilão, bebedor de vinho, e amigo de cobradores de impostos e pacadores!" 35 Mas a sabedoria é reconhecida como justa por todos os filhos dela.

Jesus perdoa uma pecadora[editar]

36 E um dos fariseus convidou Jesus[44] para comer. Ele, então, entrou na casa do fariseu e se sentou à mesa. 37 Enquanto isso, havia na cidade uma mulher que era pecadora. Ela soube que Jesus[45] estava sentado na casa do fariseu, e por isso trouxe um vaso de alabastro com óleo perfumado. 38 Então ela ficou aos pés dele do lado de trás, e começou a molhar os pés dele com lágrimas, e os enxugou com os cabelos dela; além disso, ela beijava os pés dele, e os[46] ungia com o óleo perfumado.

39 Quando o fariseu que tinha convidado Jesus[45] viu isto, ele disse consigo mesmo: "Se ele fosse profeta, então saberia quem é a mulher que o toca, e o tipo de pessoa que ela é, pois é pecadora". 40 Então Jesus lhe disse:

- Simão, tenho algo para lhe dizer.

Ele respondeu:

- Dize, mestre.
- 41 Havia um certo credor que tinha dois devedores: um lhe devia quinhentos denários,[47] e o outro cinquenta. 42 Como nenhum dos dois tinha como lhe pagar, ele perdoou a dívida de ambos. Sendo assim, qual deles o amará mais?

43 Simão respondeu:

- Acho que é aquele a quem ele perdoou a maior dívida.[48]

Jesus[45] lhe disse:

- Você julgou bem.

44 Então ele se virou em direção à mulher, e disse a Simão:

- Você está vendo esta mulher? Eu entrei em sua casa, mas você não deu água para os meus pés; porém ela os lavou[49] com lágrimas, e os enxugou com seus cabelos.[50] 45 Você não me beijou; porém ela, desde que entrei, não parou de beijar os meus pés. 46 Você não ungiu minha cabeça com óleo; porém ela ungiu meus pés com perfume. 47 Por isso eu lhe digo: os pecados dela, sendo muitos, são perdoados, pois ela muito amou; porém a quem pouco se perdoa, pouco ama.

48 Então disse a ela:

- Seus pecados são perdoados.

49 E os que estavam sentados com ele começaram a dizer consigo mesmos: "Quem é este que até pecados perdoa?" 50 E ele disse à mulher:

- Sua fé salvou você. Vá em paz.

Referências[editar]

  1. Jesus foi acrescentado para dar clareza
  2. Literalmente todas as palavras à audiência do povo
  3. Tipo de militar romano que comandava cem soldados
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 4,4 Ou servo
  5. Ou muito valioso, no sentido do escravo dar bons lucros ao centurião. Porém, pelo contexto, o mais provável é a definição usada no texto principal, de querer bem
  6. Literalmente ele é digno
  7. até foi adicionado para dar ênfase
  8. Literalmente não longe
  9. Literalmente de que entres abaixo de meu telhado
  10. Ou mas dize uma ordem
  11. Literalmente eu estou abaixo de autoridade
  12. Literalmente tenho soldados abaixo de mim
  13. do centurião foi acrescentado para dar clareza
  14. Literalmente encontraram o servo em boa saúde em Westcott-Hort, e encontraram o escravo [antes] doente em boa saúde, em Robinson-Pierpont e Textus Receptus.
  15. Textus Receptus dá o artigo feminino τη no lugar do masculino τω, dando o sentido implícito de aconteceu no [dia] seguinte. (Dia é feminino em grego)
  16. Literalmente ele. Jesus foi acrescentado para dar clareza
  17. Robinson-Pierpont e Textus Recpetus contêm muitos dos seus discípulos
  18. Ou teve compaixão dela
  19. Literalmente: Um grande profeta foi levantado entre nós!
  20. Ou Deus veio para ajudar seu povo
  21. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm Jesus no lugar de Senhor
  22. Literalmente até ele. Jesus foi acrescentado para dar clareza
  23. Literalmente naquela hora
  24. Ou flagelos
  25. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm Jesus no lugar de ele.
  26. Pessoas com lepra ou outra doença de pele
  27. Evangelho = boas notícias
  28. Ou feliz. Tradicionalmente bem-aventurado
  29. Jesus acrescentado para dar clareza
  30. Lugar desabitado, não necessariamente seco
  31. 31,0 31,1 Literalmente mas vocês. O mas foi omitido por questão de estilo
  32. Em algumas traduções anjo
  33. Literalmente tua face
  34. Malaquias 3:1
  35. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm: Por isso eu lhes digo
  36. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm nenhum profeta no lugar de ninguém
  37. Robinson-Pierpont e Textus Receptus acrescentam o Batista depois de João
  38. o está implícito no texto original. A quem texto se refere: ouviu a João ou ouviu a Jesus? Algumas traduções consideram que se refere a João, sendo os versículos 29 e 30 parte do discurso de Jesus. Outras consideram que neste caso se refere a ouviu a Jesus, sendo então os versículos 29 e 30 um comentário de Lucas
  39. O Textus Receptus contém E disse o Senhor" antes de portanto
  40. este tipo de gente: Literalmente as pessoas desta geração
  41. Ou cantamos
  42. Ronbinson-Pierpont e Textus Receptus acrescentam para vocês
  43. Ou lamentaram
  44. Literalmente convidou-o. Jesus adicionado para dar clareza
  45. 45,0 45,1 45,2 Jesus adicionado para dar clareza
  46. os adicionado para dar clareza
  47. nome de uma moeda grega e romana, feita de prata
  48. Literalmente perdoou mais
  49. Ou molhou
  50. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm cabelos de sua cabeça