Cantigas de Santa Maria/CDXVI

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cantigas de Santa Maria por Afonso X
Cantiga CDXVI


De loor de Santa Maria.

Muito foi noss' amigo
Gabriel, quando disse:
«Maria, Deus é tigo.»

Muito foi noss' amigo u diss': «Ave Maria»
aa Virgen beita, e que Deus prenderia
en ela nossa carne con que pois britaria
o inferno antigo.
Muito foi noss' amigo...

E nunca nos podia ja mayor amizade
mostrar que quand' adusse mandado, con verdade,
que Deus ome seria pola grand' omildade
que ouv' a Virgen sigo.
Muito foi noss' amigo...

Quen viu nunc' amizade que esta semellasse
en dizer tal mandado per que Deus s'ensserrasse
eno corpo da Virgen e que nos amparasse
do mortal emigo?
Muito foi noss' amigo...

E esto non fezera Deus, sse ante non visse
a bondade da Virgen, que per ela comprisse
quanto nos prometera, segund' el ante disse;
gran verdade vos digo.
Muito foi noss' amigo...

E Gabriel por esto, o angeo, devemos
amar e onrrar muito, ca per que nos salvemos
este troux' o mandado, e por que sol non demos
pelo demo un figo.
Muito foi noss' amigo...