Cantigas de Santa Maria/XI

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa
Cantigas de Santa Maria por Afonso X
Cantiga XI: Macar home per folia


Esta XIa é de como Santa Maria tolheu á alma do monge que s’afogara no rio ao Demo, e feze-o ressuscitar.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

Porém direi todavia
com’ em uma abadia
um tesoureiro havia,
monge que trager
com mal recado
a sa fazenda sabia,
por a Deus perder,
o malfadado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

Sem muito mal que fazia,
cada noit’ em drudaria
a uma sa druda ia
com ela tẽer
seu gasalhado;
pero ant’ « Ave Maria »
sempr’ ia dizer
de mui bom grado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

Quand’ esto fazer queria,
nunca os sinos tangia,
e log’ as portas abria
por ir a fazer
o desguisado;
mas no rio que soia
passar foi morrer
dentr’ afogado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

E u lh’ a alma saía,
log’ o Demo a prendia
e com mui grand’ alegria
foi pola põer
no fog’ irado;
mas d’angeos companhia
pola socorrer
veio privado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

Gran referta i crescia,
ca o Demo lhes dizia:
« Ide daqui vossa via,
que dest’ alm’ haver
é juigado,
ca fez obras noit’ e dia
sempr’ a meu prazer
e meu mandado. »

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

Quand’ esta companh’ oia
dos angeos, se partia
dali triste, pois via
o Demo seer
bem rezõado;
mas a Virgem que nos guia
non quis falecer
a seu chamado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

E pois chegou, lhes movia
sa razón com preitesia
que per ali lhes faria
a alma tolher
do frad’ errado,
dizendo-lhes: « Ousadia
foi d’irdes tanger
meu comendado. »

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

O Demo, quand’ entendia
esto, com pavor fogia;
mas um angeo corria
a alma prender,
led’ aficado,
e no corpo a metia
e fez-lo erger
ressuscitado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

O convento atendia
o sino a que s’ergia,
ca des peça non durmia;
porém sem lezer
ao sagrado
foron, e à agua fria,
u viron jazer
o mui culpado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.

Tod’ aquela crerezia
dos monges logo lia
sobr’ ele a ledania,
polo defender
do denodado
Demo; mas a Deus prazia,
e logo viver
fez o passado.

Macar home per folia
aginha caer
pod’ em pecado,
do bem de Santa Maria
non dev’ a seer
desesperado.