Diccionario Biographico de Musicos Portuguezes/P

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diccionario Biographico de Musicos Portuguezes por José Mazza
P


     Pedro Alvares Moura natural de Lx.ª, Conigo de meia Prebenda na Cathedral de Lamego, e depois de Coimbra, foi insigne Proffessor de Muzica, teve em Roma grandes estimações e lá imprimio a obra seguinte: Livro de Motetos a 4, 5, 6 e 7 vozes. Romæ apud Niculaum Mutium 1594 4 este Autor em Roma foi muito estimado pelo Eminentíssimo Cardeal Ascanio Colona floreseo no seculo de 500.

     Pedro Antonio Avondano Proffeso na Ordem de Christo natural de Lx.' foi rabeca da Camara de Sua Magest.e foi excelente Compozitor, a sua Muzica tinha grande armonia, e muita nuvid.e compos Salmos, Missas, e hum Te Deum muita Sonata instrumental, e muita tocata de Cravo, tambem compos a Muzica de huma Opera Burlesca que se executou em Salvaterra na presença do Sereníssimo Snr. D. José 1.º Cuja opera se intitulava II Mundo del la Luna, que teve excelente aceitação faleseo no seculo presente.

     Pedro da Conceição Fr. natural de Lx.ª Relegioso Trino, foi na Arte da Pouzia, e da Muzica insigne, entre varias obras suas, tiverão mais estimação as seguintes = Muzica a 4 coros para huma Comedia que se reprezentou no Paço em aplauzo da vinda da Sereníssima Rayinha D. Maria Anna de Haustria. Vilhancicos a 3, a 4, e a 8 para o Convento de Odivellas, faleseo na hid.e de 21 annos a 4 de Janeiro de 1712.

     Pedro Esteves F. Religioso da 3.ª ordem Franciscana natural da Cid.e Evora.

     Pedro Fernandes q̃ julgamos ser natural da Cid.e de Beja provincia Transtagana floreseo no seculo de 500 foi M.e da Se de Sevilha as suas obras se impremirão em Veneza no anno de 1588.

     Pedro da Fonseca Lucio natural da vila de Campo mayor em a Província Transtagana, foi Mestre de Muzica na Cappela Ducal de Vila Viçosa em 1640 compos diversas obras em Muzica, faleseo no seculo de 600.

     Pedro Guerreiro natural da Cid.e de Beja província Transtagana na idade de 18 anos era já tão consumado em Muzica q̃ foi ocupar o mestrado da Capela da Sé de Jaen, e depois exerseo o mesmo lugar na sé de Malaga, levando a primazia a m.tos opozitores, foi do seculo de 500 Compos muita obra em Muziea.

     Pedro Pimentel natural de Lx.ª destríssimo organista cujo menis-terio exercitou por muitos annos na Cathedral da sua Patria, Compos huma obra intitulada Livro de Cifra de varias obras para se tangerem no orgão, cuja obra afirma q̃ se imprimio João Franco Barr.to na Bib. Portug. M. S. em 4. faleseo no anno de 1599.

     Pedro do Porto natural da Cid.e q̃ tomou por apelido, foi Mestre de Muziea na Cathedral de Sevilha, e da Cappela dos REYS Catholicos, foi muito estimado de El Rey D. João o 3° entre as suas obras Muzicaes teve a primazia o Moteto que comesava clamabat autem Jesus, a esta obra chama o Princepi dos Motetos João Barros nas antiguidades de Entre Douro, e Minho cap. 7 asestio na Cidade de Evora quando nela estava a corte. Pedro Sanches de Paredes filho de Salvador Sanches de Paredes, natural da Vila de Ovidos do Patriarcado de Lx.ª onde foi Beneficiado formado na faculd.e dos Sagrados Cánones, foi insigne humanista, e Egregio Compozitor de Solfa compos Arte de Gramatica para em breve se saber latim Composta em linguagem, e versso Portugues. Impressa em Lx.ª por Vicente Alvares no anno de 1610 Compos em Muziea Lamentações da Semana Santa de varias vozes, e Vilancicos p.ª a noite de Natal, faleseo em a q.ta de Pedro Sanxes Farinha seu Primo situada junto do Convento de N. Sr.ª da Luz no termo de Lx.ª 13 de Abril de 1635.

     Pedro Talezio Presbítero insigne Proffesor de Muziea, cuja faculd.sup>e ensinou na Universidade de Coimbra onde ocupou a Cad.ra de Mestre em 1613, tendo já sido M.e da Cathedral da Guarda foi o primeiro que ordenou neste reino Muziea de Coros, e canto chão, ele foi o que instituio a Irmand.e dos Muzicos em obzequio de S.ta Cesilia sua Protectora, publicou huma Arte de Canto chão com huma breve instrução p.ª os Sacerdotes, Diaconos, e Subdiaconos, e mossas do coro conforme o uzo Romano, cuja Arte se imprimio 2 vezes em Coimbra, huma no a'nno de 1617, e outra no anno de 1628, tinha pronto huma Arte de Canto de orgão, a qual se não imprimio por não ter a impreção de Coimbra, Caracteres Muzicos.

     Pedro Vaz Rego nasceo na Vila de Campo Maior da Província Transtagana, filho de Manoel Vaz Rego, e Brites Lopes, foi Mestre de Muziea da Cathedral de Elvas ,e ao depois foi Reitor do Seminario, e Mestre da Cappela da Claustra de Evora, em cuja Cathedral foi Baxarel fez nobremente 'todo o genero de Verssos Portugueses, e castelhanos, escreveo muitas obras em Pouzia, humas impressas em Evora na officina da Universid.e em os annos de 1690-1705, e outras em Lx.ª na Offecina da Muziea em 1729, e 1730 Compos em Muziea Missas a 4 coros, Salmos, a 4 coros, e muitas obras mais, cujas se conservão no cartorio da Muziea da Cathedral de Evora, faleseo em Evora a 8 de Abril de 1736 quando ontava 66 annos de hid.e Jaz sepultado no Convento da Cartuxa situado fora desta Cid.e O S. Rei D. João 5 q.do foi a Evora o vizitou o ã muitas pesoas antigas me certificarão.

     Peixoto da Pena natural de Tras os Montes Compozitor, e o mais famoso e perita instrumentista do seu seculo em Castela na prezença do Emparador Carlos 5° se admirou de que os seus Muzicos para tocar gastassem m.to tempo em temperar os instrum.tos e por zombaria lhe derão huma viola destemperada na qual regulou por tal forma os dedos que sobe produzir comsunancias susesivas por largo espaço, suspendendo docem.te e ademirando os ouvintes.

     Placido da Silveira do lugar de Casilhas do Patriarcado de Lx.ª filho de Bento da Silv.ra, e Simoa de iMoraes, profesou o instituto da Ordem militar de christo no real Convento de Tomar, foi m.to pirito no Contraponto, e nas Serimonias Eçlesiziasticas, compos Processionale ex Missale, ac Breviario Romano a S. Pio reformatis decerptum. Conimbricae ex Regali Artium Colegio 1721. 4. Compos mais Psalmos, Himnos, e Motetos a diverssas vozes, faleseo a 8 de M.io de 1736.

     Placido de Souza Monge Beneditino Irmão do Marques das Minas.

     Policarpo.