Dicionário de Cultura Básica/Minerva

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Minerva


MINERVA (divindade romana, correspondente à grega Atena)

Concebida inicialmente pela união de Júpiter com Métis, personificação da prudência, Minerva, chamada pelos gregos de Palas Atena, nasceu já vestida e armada de dentro da cabeça do pai, depois que Júpiter, para esconder o adultério, engolira a amante. A esta origem mítica estão ligados seus atributos principais, deusa da guerra e da sabedoria, e sua iconografia: é representada com lança, capacete e égide, tendo como animal sagrado a coruja (símbolo da inteligência) e como planta de estimação a oliveira (Minerva ensinou aos mortais a fabricação do azeite). Pelo mesmo motivo de Juno (o julgamento de Paris → Tróia), ela está sempre ao lado dos gregos, apesar de seu culto ser muito popular em Tróia, onde existia o "Paládio", a famosa estátua de Minerva que Enéias, após a destruição de Tróia, levou para a região italiana do Lácio, sendo posteriormente venerada no templo de Vesta, em Roma. O mito de Atena sofreu uma longa evolução, com tendência a espiritualizar-se cada vez mais a imagem da deusa. Ela, junto com o irmão Apolo, simboliza as características principais da civilização helênica: a exaltação da verdade, da inteligência, da harmonia, do equilíbrio sobre a barbárie, a orgia, o mistério.