Dicionário de Cultura Básica/Racionalismo

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Racionalismo


RACIONALISMO (corrente filosófica) → AristótelesDescartes

"Se o homem não usar a razão, apenas o acaso vai reger o mundo." (Voltaire)
"A razão é luz e a lâmpada da vida humana.". (Cícero)

Do latim rationem, racionalismo indica, de um modo geral, qualquer doutrina fundamentada sobre a razão, o princípio intelectual que distingue a raça humana dos animais, que seguem apenas o instinto. Há três modos de compreensão do termo Racionalismo: 1) racionalismo gnoseológico, pelo qual todo o verdadeiro conhecimento é dado pela razão; nesse sentido, o Racionalismo se opõe ao Empirismo e ao Intuicionismo, considerando a razão como o único meio de conhecimento, sendo a experiência sensível enganosa (→ Descartes); 2) racionalismo metafísico, que considera a realidade de caráter intelectual; esta concepção de Racionalismo já se encontra na filosofia antiga e medieval: Parmênides, Aristóteles, Santo Anselmo, Tomás de Aquino; no século XVII, o Racionalismo metafísico reforça o seu suporte religioso: Deus é visto como a suprema garantia das verdades racionais e o sustentáculo último de um universo concebido como inteligível.; 3) racionalismo psicológico: a razão é superior à emoção e à vontade: trata-se da afirmação do primado do Intelectualismo sobre o Voluntarismo e o Emocionalismo. Mas, como diria Blaise Pascal, "tudo o que é incompreensível não deixa de existir".