Dicionário de Cultura Básica/Zola

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Zola


ZOLA (romancista francês) → Realismo

O pai do chamado "Naturalismo", movimento cultural e artístico que levou às extremas conseqüências os princípios do Realismo, foi Émile Zola (1840–1902), inventor do romance "experimental". Imitando Balzac, ele produziu uma obra cíclica com a intenção de retratar a totalidade da sociedade francesa de sua época, mediante o uso de um estilo direto e incisivo, que se aproxima do método científico de análise dos fenômenos naturais e humanos. A série "Rougon-Macquart" contém romances em que se nota a preocupação do autor de concretizar na arte literária a tese sustentada pelos pensadores positivistas e deterministas de que o comportamento humano é a resultante de duas forças: os caracteres hereditários e o ambiente social. As melhores narrativas ficcionais de Zola exploram temas extraídos da realidade da época: Nana (alta prostituição), Germinal (a luta dos mineiros), A besta humana (miséria dos ferroviários), A taberna (L′assommoir).