Ditosas almas, que ambas juntamente

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ditosas almas, que ambas juntamente
por Luís Vaz de Camões

Ditosas almas, que ambas juntamente
ao céu de Vénus e de Amor voastes,
onde um bem que tão breve cá lograstes
estais logrando agora eternamente.

Aquele estado vosso tão contente,
que só por durar pouco triste achastes,
por outro mais contente já o trocastes,
onde sem sobressalto o bem se sente.

Triste de quem cá vive tão cercado,
na amorosa fineza, de um tormento
que a glória lhe perturba mais crescida!

Triste, pois me não vale o sofrimento,
e Amor, pera mais dano, me tem dado
pera tão duro mal, tão larga vida!