Ele é baixo, velho e advogado

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ele é baixo, velho e advogado
por João Simões Lopes Neto
Publicada originalmente em sua coluna, Balas de estalo, em 18 de agosto de 1888, utilizando o pseudônimo J. Ripianíssimo.


Ele é baixo, velho e advogado,
Deputado, protetor, ex-presidente;
Sem ter dentes em tudo mete o dente...
Ele é baixo, velho e advogado,
É político, guerreiro, pretendente;
É tudo e é mais: é um danado!
Ele é baixo, velho e advogado,
Deputado, protetor, ex-presidente...

Depois de trinta e três anos de glória
E d’azáfama... tiraram-lhe o penacho!
Apagaram... horror! Aquele facho,
Depois de trinta e três anos de glória...
É o caso de dizer: “ah! Eu me racho,”
Mas vou por em pratos limpos esta stória...
Depois de trinta e três anos de glória
E d’azáfama... tiraram-lhe o penacho.

Oh! moços da governança:
Esperai o relatório...
Temei o vesicatório,
Oh! moços da governança:
É um suspiro simplório;
É do asilo uma lembrança.
Oh! moços da governança,
Esperai o relatório!...