Há quem goste da magreza

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Há quem goste da magreza)
Quadra de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .


Há quem goste da magreza
E há quem goste da gordura:
Eu gosto da magra e gorda,
Porque tudo é criatura.