História da Província de Santa Cruz/X

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
História da Província de Santa Cruz por Pero de Magalhães Gândavo
Capítulo X: Do gentio que ha nesta provincia, da condição e costumes delle, e de como se governam na paz


Já que tratamos da terra e das cousas que nella foram criadas pera o homem, razam parece que demos aqui noticia dos naturaes della: a qual posto que nam seja de todos em geral será especialmente daquelles que habitam pela costa, e em partes pelo sertão dentro muitas legoas, com que temos communicaçam. Os quaes ainda que estejam divisos, e haja entre elles diversos nomes de nações, todavia na semelhança, condição, costumes, e ritos gentilicos, todos sam huns; e se nalguma maneira differem nesta parte, he tam pouco, que se nam pode fazer caso disso, nem particularizar cousas semelhantes entre outras mais notaveis, que todos geralmente seguem, como logo adiante direi.

Estes Indios sam de côr baça, e cabello corredio; tem o rosto amassado, e algumas feições delle á maneira de Chins. Pela maior parte sam bem dispostos, rijos e de bôa estatura; gente mui esforçada, e que estima pouco morrer, temeraria na guerra, e de muito pouco consideraçam: sam desagradecidos em gran maneira, e mui deshumanos e crueis, inclinados a pelejar, e vingativos por extremo. Vivem todos mui descançados sem terem outros pensamentos senam de comer, beber, e matar gente, e por isso engordam muito, mas com qualquer desgosto pelo conseguinte tornam a emmagrecer, e muitas vezes pode delles tanto a imaginaçam que se algum deseja a morte, ou alguem lhe mete em cabeça que ha de morrer tal dia ou tal noite nam passa daquelle termo que nam morra. Sam mui inconstantes e mudaveis: crêm de ligeiro tudo aquillo que lhes persuadem por dificultoso e impossivel que seja, e com qualquer dissuaçam facilmente o tornam logo a negar. Sam mui deshonestos e dados á sensualidade, e assi se entregam aos vicios como se nelles nam houvera razão de homens: ainda que todavia em seu ajuntamento os machos e femeas têm o devido resguardo, e nisto mostram ter alguma vergonha.

A lingoa de que usam, toda pela costa, he huma: ainda que em certos vocabulos differe n'algumas partes; mas nam de maneira que se deixem huns aos outros de entender: e isto até altura de vinte e sete gràos, que dahi por diante ha outra gentilidade, de que nós nam temos tanta noticia, que falam já outra lingoa differente. Esta de que trato, que he ageral pela costa, he mui branda, e a qualquer nação facil de tomar. Alguns vocabulos ha nella de que nam usam senam as femeas, e outros que nam servem senam pera os machos: carece de tres letras, convem a saber, nam se acha nella F, nem L, nem R, cousa digna despanto porque assi nam têm Fé, nem Lei, nem Rei, e desta maneira vivem desordenadamente sem terem alem disto conta, nem peso, nem medido.

Nam adoram a cousa alguma, nem têm pera si que ha depois da morte gloria pera os bons e pena pera os maos, e o que sentem da immortalidade dalma nam he mais que terem pera si que seus difuntos andam na outra vida feridos, despedaçados, ou de qualquer maneira que acabaram nesta. E quando algum morre, costumam enterra-lo em huma cova assentado sobre os pés com sua rede às costa que em vida lhe servia de cama. E logo pelos primeiros dias poem-lhe seus parentes de comer em cima da cova e tambem alguns lho costumam meter dentro quando o enterram, e totalmente cuidam que comem e dormem na rede que tem comsigo na mesma cova.

Esta gente nam tem entre si nenhum Rei, nem outro genero de justiça, senam um principal em cada aldêa, que he como capitam, ao qual obedecem por vontade, e nam por força. Quando este morre fica seu filho no mesmo logar por sucessam, e nam serve doutra cousa senam de ir com elles á guerra, e aconselha-los como se hão de haver na peleja; mas nam castiga erros nem manda sobre elles cousa alguma contra suas vontades. E assi a guerra que agora têm huns contra outros nam se levantou na terra por serem differentes em Leis nem em costumes, nem por cobiça alguma de interesse: mas porque antigamente se algum acertava de matar outro, como ainda agora algumas vezes acontece (como elles sejam vingativos e vivam como digo absolutamente sem terem Superior algum a que obedeçam nem temam) os parentes do morto se conjuravam contra o matador e sua geraçam e se perseguiam com tal mortal odio huns aos outros que daqui veio dividirem-se em diversos bandos, e ficarem inimigos da maneira que agora estam. E porque estas dissenções nam fossem tanto por diante, determinaram atalhar a isto, usando do remedio seguinte, pera por esta via se poderem melhor conservar na paz e se fazerem mais fortes contra seus immigos. E he que quando tal caso acontece de hum matar a outro, os mesmos parentes do matador fazem justiça delle e logo à vista de todos o afogam. E com isto os da parte do morto ficam satisfeitos e huns e outros permanecem em suas amizades como dantes. Porem como esta Lei seja voluntaria e executada sem rigor nem obrigaçam de justiça alguma, nam querem algum estar por ella, e daqui vem logo pelo mesmo caso a dividirem-se, e levantarem-se de parte a parte huns contra os outros, como já disse.

As povoações destes Indios são aldêas: cada huma dellas tem sete, oito casas, as quaes sam mui compridas feitas á maneira de cordoarias ou tarracenas fabricadas sómente de madeira e cobertas com palma ou com outras hervas do mato semelhantes; estão todas cheias de gente de huma parte e doutra e cada hum por si tem a sua instancia, e sua rede armada, em que dorme e assi estão huns juntos dos outros por ordem, e pelo meio da casa fica hum caminho aberto per onde todos se servem como dormitorio, ou coxia de galé. Em cada casa destas vivem todos muito conformes, sem haver nunca entre elles nenhumas differenças: antes sam tam amigos huns dos outros, que o que he de hum he de todos, e sempre de qualquer cousa que hum coma por pequena que seja, todos os circunstantes hão de participar della. Quando alguem os vai visitar a suas aldêas depois que se assenta costumam chegarem-se a elle algumas moças escabeladas, e recebem-no com grande pranto derramando muitas lagrimas perguntando-lhe (se he seu natural) onde andou, que trabalhos foram os que passou depois que dahi se foi. Trazendo-lhe à memoria muitos desastres que lhe podéram acontecer buscando em fim pera isto as mais tristes e sentidas palavras que podem achar pera provocarem o choro. E se he Portuguez, maldizem a pouca dita de seus difuntos, pois foram tam mal afortunados que nam alcançaram ver gente tam valorosa e luzida, como sam os Portuguezes, de cuja terra todas as bôas cousas lhes vêm, nomeando algumas que elles têm em muita estima. E este recebimento que digo he tam usado entre elles, que nunca ou de maravilha deixam de o fazer, salvo quando reinam alguma malicia contra os que os vão visitar, e lhes querem fazer alguma treiçam.

As invenções e galantarias de que usam, sam trazerem alguns o beiço de baixo furado, e huma pedra comprida metida dentro do buraco. Outros ha que trazem o rosto todo cheio de buracos e de pedras, e assi parecem mui feios e disformes; e isto lhes fazem em quanto sam meninos.

Tambem costumam todos arrancarem a barba, e nam consentem nenhum cabello em parte alguma de seu corpo salvo na cabeça, ainda que orredor della por baixo tudo arrancam. As femeas presam-se muito de seus cabellos e trazem-nos mui compridos, limpos e penteados, e as mais dellas ennastrados. E assi tambem machos como femeas costumam tingir-se algumas vezes com o sumo de hum certo pomo que se chama genipápo que he verde quando se pisa e depois que o poem no corpo e se enxuga, fica mui negro e por muito que se lave nam se tira senam aos nove dias.

As mulheres com que costumam casar são suas sobrinhas, filhas de seus irmãos ou irmãs: estas têm por legitimas, e verdadeiras mulheres, e nam lhas podem negar seus pais, nem outra pessoa alguma pode casar com ellas, senam os tios. Nam fazem nenhumas ceremonias em seus casamentos, nem usam de mais neste acto que de levar cada hum sua mulher pera si como chega a huma certa idade, porque esperam que serão então de quatorze ou quinze annos pouco mais ou menos. Alguns delles têm tres ou quatro mulheres: a primeira têm em muita estima e fazem mais caso que das outras. E isto pela mór parte se acha nos principaes que o tem por estado e por honra e presam-se muito de se differensar nisto dos outros.

Algumas Indias ha que tambem entre elles determinam de ser castas, as quaes nam conhecem homem algum de nenhuma qualidade, nem o consentirão ainda que por isso as matem. Estas deixam todo o exercicio de mulheres e imitam os homens e seguem seus officios, como senam fossem femeas. Trazem os cabellos cortados da mesma maneira que os machos, e vão á guerra com seus arcos e frechas, e á caça perseverando sempre na companhia dos homens, e cada uma tem mulher que a serve, com quem diz que he casada, e assi se comunicam e conversam como marido e mulher.

Todas as outras Indias quando parem, a primeira cousa que fazem depois do parto, lavam-se todas em huma ribeira, e ficam tão bem dispostas, como senam pariram, e o mesmo fazem á criança que parem. Em lugar dellas se deitam seus maridos na rede e assi os visitam e curam como se elles fossem as mesmas paridas. Isto nasce de ellas terem em muita conta os pais de seus filhos, e desejarem em extremo depois que parem delles de em tudo lhes comprazer. Todos criam seus filhos viciosamente, sem nenhuma maneira de castigo, e mamam até a edade de sete, oito annos, se as mães té então não acertam de parir outros que os tirem das vezes. Nam ha entre elles nenhumas boas artes a que se dêm, nem se ocupam noutro exercicio senam em grangear com seus pais o que hão de comer, debaixo de cujo amparo estão agazalhados até que cada hum por si he capaz de buscar sua vida sem mais esperarem heranças delles nem legitimas de que enriqueçam, somente lhe pagam com aquella criação em que a natureza foi universal a todos os outros animaes que nam participam de razão.

Mas a vida que buscam e grangearia de que todos vivem, he á custa de pouco trabalho, e muito mais descançada que a nossa: porque nam possuem nenhuma fazenda, nem procuram acquiri-la como os outros homens, e assi vivem livres de toda a cobica e desejo desordenado de riquezas, de que as outras nações nam carecem; e tanto que ouro nem prata nem pedras preciosas têm entre elles nenhuma valia, nem pera seu uso têm necessidade de nenhuma cousa destas, nem doutras semelhantes.

Todos andam nús e descalços assi machos como femeas, e nam cobrem parte alguma de seu corpo. As camas em que dormem sam umas redes de fio de algodão que as Indias tecem num tear feito á sua arte; as quaes tem nove, dez palmos de comprido, e apanham-nas com huns cordeis que lhe rematam nos cabos, em que lhes fazem humas azelhas de cada banda por onde as penduram de huma parte e doutra, e assi ficam dous palmos pouco mais ou menos suspendidas do chão de maneira que lhes possam fazer fogo debaixo para se aquentarem de noite ou quando lhes for necessario.

Os mantimentos que plantam em suas roças, com que se sustentam sam aquelles de que atraz fiz mençam, s. mandioca e milho zaburro. Alem disto ajudam-se da carne de muitos animaes que matam, assi com frechas como por industria de seus laços e fojos onde costumam caçar a mór parte delles. Tambem se sustentam do muito marisco e peixes que vão pescar pela costa em jangadas, que sam huns tres ou quatro páos pegados nos outros e juntos de modo que ficam á maneira dos dedos da mão estendida, sobre os quaes podem ir duas ou tres pessoas ou mais se mais forem os páos, porque sam mui leves e soffrem muito peso em cima dagua. Tem quatorze ou quinze palmos de comprimento, e de grossura orredor, occuparam dous pouco mais ou menos.

Desta maneira vivem todos estes Indios sem mais terem outras fazendas entre si, nem grangerias em que se desvelem, nem tão pouco estados nem opiniões de honra, nem pompas pera que as hajam mister: porque todos, como digo, sam iguaes e em tudo tam conformes nas condições, que ainda nesta parte vivem justamente, e conforme à lei da natureza.