Horto (1910)/Ao Senhor do Bom Fim

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ao Senhor do Bomfim
por Auta de Sousa


A Joaquina Felismina da Conceição.

Sofrer ou morrer!
Santa Thereza de Jesus



Amado Senhor,
Meu doce Jesus,
Que morres de amor
Suspenso da Cruz!

Em triste amargura,
Te vendo morrer,
Meu lábio murmura:
Eu quero sofrer!

Sofrer tanto, tanto,
(Senhor, sem cessar!).
Que os olhos, de pranto,
Se arrasem n’um mar.

Tu és meu amigo,
Meu sol, minha luz!
Reparte comigo
O peso da Cruz.

Bem vês quanto choro,
Tem pena de mim!
A Ti só adoro
Senhor do Bomfim.

Serra da Raiz - 10 de Janeiro de 1898.