Já não se trata das Ratas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Já não se trata das Ratas
por João Simões Lopes Neto
Publicada originalmente em sua coluna, Balas de estalo, em 4 de setembro de 1888, utilizando o pseudônimo Job Rilonge.


Já não se trata das Ratas
Porém do Arroio dos Ratos:
Além da Lagoa dos Patos
Já não se trata das Ratas...
Que só obedeça os contratos
Que trazem tais e tais datas!
Já não se trata das RATAS.
Porém do Arroio dos Ratos!

Os sábios queimam pestana,
Gastam resmas de papel,
Bebendo golos de fel,
Os sábios queimam pestanas...
E o carvão — tão cruel,
Atira tudo em pantanas...
Os sábios queimam pestanas,
Gastam resmas de papel...

O bicho é bom: dá coque, luz,
E coisas que nenhum dá:
Dando assobios em fá,
O bicho é bom: dá coque, luz...
P’rá uma retorta, uma pá!
Economia de truz!
O bicho é bom: dá coque, luz,
E coisas que nenhum dá!...