João Ferreira de Almeida (1819)/Exodo/XIX

Wikisource, a biblioteca livre
< João Ferreira de Almeida (1819)‎ | Exodo
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Segundo Livro de Moyses Chamado Exodo - Capitulo XIX
por João Ferreira de Almeida


  1. Ao terceiro mes da sahida dos filhos de Israel da terra de Egypto, no mesmo dia vieraõ a o deserto de Sinai.
  2. Porque partiraõ de Raphidim, e vieraõ a o deserto de Sinai, e assentaraõ o campo no deserto: Israel pois ali assentou o campo em fronte daquelle monte.
  3. E subio Moyses a Deus: e JEHOVAH clamou a elle do monte, dizendo: assi fallarás á casa de Jacob, e denunciarás a os filhos de Israel.
  4. Vosoutros tendes visto o que fiz a os Egypcios: como vos levei sobre asas de aguias, e vos trouxe a my.
  5. Agora pois, se ouvindo ouvirdes minha voz, e guardardes meu concerto, vos sereis minha propriedade de todos os povos: porque toda a terra minha he.
  6. E vosoutros me sereis hum Reyno Sacerdotal, e povo sancto. Estas saõ as palavras, que fallarás a os filhos de Israel.
  7. E veyo Moyses, e chamou a os anciaõs do povo, e propós diante de suas faces todas estas palavras, que JEHOVAH lhe tinha mandado.
  8. Entaõ todo o povo respondeo a hua voz, e disseraõ: tudo o que JEHOVAH tem fallado, faremos: e tornou Moyses a JEHOVAH com as palavras do povo.
  9. E disse JEHOVAH a Moyses: eis que eu virei a ty em huã nuvem espessa, paraque o povo ouça, fallando eu comtigo, e paraque tambem te creyaõ eternamente: porque Moyses tinha denunciado as palavras do povo a JEHOVAH.
  10. Disse tambem JEHOVAH a Moyses: vae a o povo, e os sanctifica hoje e a manhaã, e paraque lavem seus vestidos.
  11. E estejaõ apercebidos para o terceiro dia: porquanto a o terceiro dia JEHOVAH decerá perante os olhos de todo o povo sobre o monte de Sinai.
  12. E assinarás termo a o povo de redor, dizendo; guardae vos que naõ subais a o monte, nem toqueis a seu termo: todo aquelle, que tocar a o monte, morrendo ha de morrer.
  13. Nenhuã maõ tocará nelle: porque certamente será apedrejado ou asseteado, seja animal, ou seja homem, naõ vivera: soando o corno de carneiro longamente, subiráõ a o monte.
  14. Entaõ Moyses deceo do monte a o povo, e sanctificou o povo; e lavaraõ seus vestidos.
  15. E disse a o povo: estae apercebidos a o terceiro dia; e naõ chegueis á mulher.
  16. E acontece a o terceiro dia, vindo a manhaã, que houve trovoês e relampagos sobre o monte, e espessa nuvem, e hum soido de bozina muy forte: assi que estremeceo todo o povo, que estava no arrayal.
  17. E Moyses levou o povo fora do arrayal a o encontro de Deus; e puseraõ se a o pé do monte.
  18. E todo o monte de Sinai fumegava, porquanto JEHOVAH descendéra sobre elle em fogo: e seu fumo subia como o fumo de hum forno, e todo o monte tremia grandemente.
  19. E o soido da bozina hia esforçandose em grande maneira: Moyses fallava, e Deus lhe respondia em voz.
  20. E descendendo JEHOVAH sobre o monte Sinai, sobre o cume do monte, chamou JEHOVAH a Moyses a o cume do monte; e Moyses subio.
  21. E disse JEHOVAH a Moyses; dece, protesta a o povo, que naõ traspassem o termo, pera ver a JEHOVAH, e caya multidaõ delles.
  22. E tambem os sacerdotes, que se chegaõ a JEHOVAH, se haõ de sanctificar, para que JEHOVAH naõ faça rotura’nelles.
  23. Entaõ disse Moyses a JEHOVAH; o povo naõ poderá subir a o monte de Sinai: porque tu nos tens protestado, dizendo; assinala termos a o monte, e sanctifica o.
  24. E disse lhe JEHOVAH: vae, dece: despois subirás tu, e Aaron com tigo: porem os sacerdotes e o povo naõ traspassem o termo, para subir a JEHOVAH, peraque naõ faça rotura’nelles.
  25. Entaõ Moyses deceo a o povo, e lhes o denunciou.