Justos céus, oh! Deus, que glória!

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Justos céus, oh! Deus, que glória!)
Quadra de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .

Justos céus, oh! Deus, que glória!
Já zombei do amor um dia,
Já quebrei, já fiz em pedaços,
O grilhão que me prendia!