Meu amor, falai baixinho

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Meu amor, falai baixinho)
Quadra de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .


Meu amor, falai baixinho,
Que as paredes têm ouvido...
Segredo muito encoberto
É sempre muito sabido!