Mishná/Seder Zeraim/Tratado Berakhot/II/7

Wikisource, a biblioteca livre
< Mishná‎ | Seder Zeraim‎ | Tratado Berakhot
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mishná por Vários
Tratado Berakhot


Introdução[editar]

Texto em hebraico[editar]

וּכְשֶׁמֵּת טָבִי עַבְדּוֹ – קִבֵּל עָלָיו תַּנְחוּמִין.
אָמְרוּ לוֹ תַּלְמִידָיו:
לֹא לִמַּדְתָּנוּ, רַבֵּנוּ, שֶׁאֵין מְקַבְּלִין תַּנְחוּמִין עַל הָעֲבָדִים?
אָמַר לָהֶם:
אֵין טָבִי עַבְדִּי כִּשְׁאָר כָּל הָעֲבָדִים,
כָּשֵׁר הָיָה.

Texto em português[editar]

E quando Tavi, o escravo de [Rabban Gamliel] morreu,
     Ele recebeu palavras de condolências.
     Seus alunos lhe disseram:
     Não nos ensinaste, nosso mestre, que não se recebe palavras de condolências pelos escravos?
     Ele lhes disse:
     O meu escravo Tavi não foi similar aos outros escravos.
     Ele era kasher[1].

Comentários[editar]

  1. Aparentemente, mesmo sendo Tavi um escravo cananita, Tavi possuía uma vida e comportamento de acordo com a Torá.