Nasci forro, sou cativo

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Nasci forro, sou cativo)
Quadra de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .


Nasci forro, sou cativo...
Fui volúvel, sou constante;
Sou forro de condição,
Cativo por ser amante.