Página:A Guerra de Canudos.djvu/41

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
33
A Guerra de Canudos

solemne e estavam lançados os fundamentos do Imperio do Bello-Monte.

Uma igreja, aliás de boas proporções e fortes paredes foi logo construida. Grande quantidade de ranchos, de principio cobriu a pequena planicie na base do Morro da Fazenda Velha; a casaria foi se espraiando pelo lado opposto e já avassallava os montes, occupando tambem o grande valle do centro. Ao começo, uns mil e quinhentos fanaticos, exclusivamente, ali se estabeleceram ; após o insuccesso da diligencia Pires Ferreira, aquelle numera augmentou ; e quando o major Febronio seguiu, ao seu encontro marcharam mais de quatro mil homens, sendo uns seiscentos bem armados com espingardas modernas; os outros possuíam bacamartes, Menié, Chassepôt, etc.

Entretanto, a fama dos milagres do Conselheiro, sempre crescente, a vida patriarchal e preguiçosa que levavam seus asseclas e a se gurança em que repousavam, fóra da acção das leis, attrahiram para Canudos innumeras familias de pontos mais ou menos remotos. Em Sergipe e Alagôas, occorreram sublevações nos respectivos corpos de policia, e não pequeno numero de soldados a Canudos foi ter, desertado, com as armas e munições. Outros desertores e bandidos para lá seguiram, unindo-se aos fanaticos, engrossando as fileiras do Bom-