Página:A Patria Brazileira.djvu/275

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
- 257 —


Estes pássaros são mui variáveis no alimento: diariamente buscam cibato em todas as arvores fecundas.

O destro caçador para os prear tece laços mui subtis no mesmo logar que elles preparam para os seus brincos, ou espreita a occasião em que elles gozam as delicias do banho nas correntes junto aos penhascos, á sombra dos quaes lhes faz pontaria para que lhes chegue o tiro. E quando por qualquer destes modos nada consegue, mette um pedacinho de folha de ubim entre duas palhetas de uarumá, e as applica á bocca e asso]3ra de tal sorte que arremeda o canto do gallo da serra, e por este reclamo obtém que esta ave se approxime e venha a ser victima do som da morte.

A fêmea desses pássaros é totalmente diíferente na côr das pennas: ella confunde-se muito com uma gallinha preta.»

Dariam, egualmente, ensejo a largas referencias os saborosos peixes, de variegadas cores, que povoam em espécies infinitas nossas aguas marítimas e fluviaes, como, por exemplo: — o pirarucu nos grandes rios do Pará e do Amazonas, e o surubim no S. Francisco, ambos de taes dimensões e em tão prodigiosa quantidade, que, pelo menos em todo o Brazil, poderiam substituir com reaes __,j;cr:-

vantagens, o bacalhau, que ′S\ importamos em larga escala. (′)′′ |

Destacaremos, porém, dois ty- J-; J

pos apenas: o poraquc, que .

vive nos rios do norte, e a ′

baleia, o maior habitante do -r,.

O Po7riqué, vulgarmente co- p..::i.iu.!.

nhecido por — jei-jce elecirico —, é capaz de fulminar um homem pelo simples contacto.

(*j Referiu-iios i)es;>òa tidediij;iia que fó na fnzenda Uthuja, á morgeiu de um pequeno bi-aço do S. Fravciaro, cerca de féis léguas da Cidade jda Barra, no Ehtado da 1′ahia, já tem acontecido pe>carem-se de um só lanço de rede, das ciiamadas de arrasto, muitas centenas de suriibitis.