Página:Ao redator do diário.djvu/10

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


por esboçar-me de uma maneira mais saliente, por isso que mais solta de outras considerações.

Quero a constituição, como foi escrita, não como a aleijaram. Na constituição aparecem bem distintos os três princípios cardeais da monarquia representativa; a coroa, o povo e o elemento intermédio ou misto, que em falta de melhor termo chamo aristocrático.

Estes três princípios se engrazam na vida política, à semelhança de rodas dentadas; não se move uma sem que as outras girem igualmente. Dessas evoluções concertadas nasce a vida representativa, a mais nobre função dos povos livres.

Nosso mecanismo constitucional está inerte; não há quem o desconheça. As molas se oxidaram; os eixos ficaram perros. Para repô-lo, e lhe restituir o movimento, é necessário o impulso pelo menos de uma das três peças: todas a um tempo fora excelente; mas era empresa para forças magnas.

Erasmo tem consciência das suas, mesmo para o mínimo empenho receia que sejam somenos. Cumpria-lhe escolher dos três pontos o mais acessível.

Acredite o nobre redator que a opção não se fez sem pausada reflexão e estudo acurado.

Viu Erasmo o povo ralado por grandes decepções, descrente dos homens que o dirigiam, entorpecido pela ignorância ou indiferença, vexado com as tributações do presente; reconheceu que sua palavra não tinha possança para comover tantos milhões de almas derramados por vasta superfície. E se falhando o intento apenas chegasse ao ponto de conturbar a onda, sem ter o poder de a aplacar e dirigir-lhe o curso?... Não seria tremenda a responsabilidade que pesaria sobre ele?

Erasmo recuou.

A aristocracia?... O elegante escritor há rompido, armado do seu talento, a crosta espessa e glacial, que sopita as ideias neste belo país criado para as magníficas expansões. Conhece o gesto pretensioso, o riso de mofa, o esgar da inveja, que mangram as melhores inspirações.