Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/177

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


fundação da cidade e de cada uma das freguezias, etc. O Barão de Santo Angelo faz menção desta obra, elogiando seu autor, no volume 20º da mesma revista.

Almanak historico da cidade de S. Sebastião do Rio de Janeiro, 1799 — Sahiu na mesma revista, tomo 21º, paga. 5 a 176. E' uma obra abundante de noticias de grande importancia e interesse. Não sei si foi publicado no tempo respectivo.


Antonio Eleuterio de Camargo — Natural da provincia do Rio Grande do Sul e bacharel em sciencias physicas e mathematicas, serviu no imperial corpo de engenheiros e tem desempenhado diversas commissões do governo imperial, quer de paz, quer de guerra. Foi eleito em diversas legislaturas deputado á assembléa de sua provincia, e á assembléa geral na legislatura de 1878 a 1881, e na subsequente.

Escreveu:

Quadro estatistico e geographico da provincia ele S. Pedro do Rio Grande do Sul, organisado em virtude de ordem do presidente da mesma provincia — Porto Alegre, 1868, 188 pags. in-4.º

Carta topographica da provincia de S. Pedro do Rio Grande do Sul, confeccionada segundo os trabalhos officiaes existentes no archivo das obras publicas provinciaes, coucluida, etc. sob a direcção do bacharel Antonio Eleuterio de Camargo, etc. 1868.

O Rio Grande do Sul na actualidade por Philopemen. Porto Alegre, 1866, 31 pags. in-8.º

Ha mais algumas obras do doutor Camargo impressas, e mesmo ineditas, como

Notas para biographia do tenente-general Manoel Luiz Osorio, marquez do Herval. 1872 — Inedito, que foi apresentado â exposição de historia do Brazil em 1881.

Biographia do conselheiro Manoel Antonio Correia da Camara — Está publicada na Revista do instituto historico, tomo 40°, 1877, parte 1ª, pags. 505 e seguintes.

Planta da parte do rio Uruguay comprehendida entre a barra do rio Passo-fundo e a do Rio Turvo, na qual se mostra a verdadeira posição do Rio Grande e as barras de seus principaes affluentes, inclusive a d Pepiri-guassú com pequena extensão de seu curso: etc. — O archivo militar possue duas cópias, sendo uma datada de Porto-Alegre 15 de Julho de 1867, e authenticada pelo doutor Camargo, a aquarella.


Antonio Elisiario de Miranda e Britto — Nasceu em Lisboa em 1795 e falleceu no Rio de Janeiro, sua patria adoptiva, em 1858.

Fez o curso de mathematicas em Lisboa, assentando praça no exercito como cadete, e vindo para o Brazil no posto de 2° tenente, aqui prestou re-