Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/252

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
227
AN

Antonio José da Silva, o ameno, o chistozo e lJOpularissimo dramaturg,o e poeta, a quem se a peUidava o PLauto port~tgttez, esç:reveu: - GLoza ao soneto de Camões «Alma minha gentil que te partiste» na qual e:l::prim:) Portugal o seu sentimento na morte de sua bellissima infanta, dona Francisca - São quatorze oitavas que se acham publicadas com outras poesias n'um opusculo, que tem por titulo Accentos saudo;;os das muZ'as portuguezas, etc. Lisboa, 1736. - Sal-zuetza de uma opera epithalamica nas bodas do principe dom José. Lisboa, 1729. - Labirinto de Cj'eta: comedia. Lisboa, 1736. - V áriedades de Prothêo : comedia. Lisboa, 1737. - Gttel'1'a do aLecrim e da mangerona: comedis. Lisboa, 1737- « Ainda não ha muito, escrevia em 1846 o Visconde do Porto-Segul'o, conversando nós a este respeito (a respeito desta comedia que considerava o primor das obras de Antonio Jo-é) com o SI'. Conde de Farróbo, cujo talento e dedicação dl'amatica são notorios, o mesmo senhor me disse que não estava fóra da idéa de a pôr com muzica no seu tbeatro das Larangeiras, etc.» Não sei si o Conde de Farrôbo poz em pratica sua idéa. Essa comedia, porém, além das edições que teve, reunida as precedentes e a outras, foi reimpressa em 1770. Na opinião tambem do eximio escriptol' portuguez Pinheiro Chagas é esta a primeira composição do poeta brazileil'o. « Esta c.omedia, diz Pinheiro Chagas, tem um enredo gracio o, scenas alegres, e ha nella o typo de Lancerote que rivalisa com o Gironte de MO,lii~re, e de Semicupio que nada fica a dever ao Scapin das farças do grande escriptor francez.) - Vida de D. Qu.ixote: comedia - de muita graça ejocosidade~ Ficou em manuscripto por morte do autor, e foi depois publicada, como veremos. Traduzida em francez por Ferdinand Denis, sahia na collecção dos Ghe(s d'ceuvl-e des theatres etrangers. - Esopaida ou ,vida de Esopo: comedia - de muito espirito" tambem manuscripta. - Amphitriüo ou Jupiter e Alcmér.. : comedia - idem. - Precipicios de Phaetonte : comedia - idem. - Os encantos de Medea : comedia -idem, - Os a'(nantes de escabeche: comedia - idem. - S. Gonçalo de Amarante: comedia - idem. - Firmezas de Prothêo : comedia - idem. - TeLemaco na ilha de GaLipso : comedia -: idem. As duas ultimas, não está bem averiguado serem da penna de Antonio José. O Visconde de Porto-Segul'o, que possuia os manuscriptos de ambas, as acha muito n!? estylo do poeta, e assim outras. As tres peças, que mencj.onei, publicadas pelo autor e as cinco pl'i~eira8 das ~ue deixou manu8Griptas, foram depois de sua morte reprouuZldas na obl'a : _ Theatro comico. Lisboa, 1744, 2 vols.- Foi editor dellas Fl'ancisco Luiz Ameno, que promettia dar mais dous volumes com as operas Adriano