Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/375

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
350
AU


Memoria sobre benzoato de ferro e o oleo de figado de bacalhau ferruginoso — Foi apresentada á imperial academia de medicina para ser seu autor admittido como membro titular, e publicada nos respectivos annaes em 1874.

E' redactor da

Tribuna pharmaceutica: publicação mensal do instituto pharmaceutico do Rio de Janeiro, destinada aos interesses da corporação pharmaceutica. Rio de Janeiro, 1871 a 1883 — A principio foi collaborador desta revista, onde ha muitos artigos de sua penna, assim como nos Annaes Brazilienses de medicina. (Veja-se Antonio Joaquim Teixeira de Azevedo.)


Augusto Cezar de Miranda Azevedo — Filho do doutor Antonio Augusto Cezar de Azevedo e de dona Anna Eufrosina de Miranda Azevedo, nasceu na cidade de Sorocaba, provincia de S. Paulo, a 10 de outubro de 1851.

E' doutor em medicina pela faculdade do Rio de Janeiro, e acha-se actualmente, depois de clinicar algum tempo na côrte, exercendo sua profissão na provincia de seu nascimento. Um dos mais distinctos academicos do curso, fundara e redigira, ainda estudante, a

Revista medica: publicação quinzenal de sciencias medicas, cirurgicas e naturaes. Rio de Janeiro, 1873 a 1874, 2 vols. — Sahiram mais quatro volumes sob a redacção de outros, e com o titulo de Revista medica do Rio de Janeiro. Nesta publicação, que se fazia em folhetos, se acham entre diversos artigos seus:

Memoria historica dos factos mais notaveis occorridos em 1872, acompanhada de um relatorio sobre a organização das mais importantes faculdades de medicina da Europa pelo doutor Vicente Candido Figueira de Saboia, lente de clinica cirurgica da faculdade de medicina do Rio de Janeiro: (critica litteraria) — Sahiu nos numeros 5, 7, 9, 12, 13, 14 do 1° vol.,·e n'outros do 2.°

Bosquejo historico critico dos meios therapeuticos da erisipella pelo doutor Costa Alvarenga, publicado em Lisboa, 1873: (critica litteraria) — Idem, vol. 2.°

Noções elementares de chimica medica, apresentadas em harmonia com os melhores chimicos modernos, do doutor Moraes e Valle, obra em dous volumes, etc.: (critica litteraria) — Idem.

Escreveu depois

Beriberi. Do darwinismo: é aceitavel o aperfeiçoamento completo das especies até o homem? Operações reclamadas pela fistula lacrimal. Da educação physica, intellectual e moral no Rio de Janeiro e sua infiuencia sobre a saude. Rio de Janeiro, 1874 — E' sua these inaugural. Só o primeiro ponto é desenvolvido em dissertação.

Beriberi na provincia de S. Paulo: carta ao doutor Betoldi. Rio de Janeiro, 1877.