Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/111

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Transportando-se para Pernambuco, ahi abriu banca de advogado e fez-se um dos redactores d*A Província, sendo mais tarde nomeado lente da Academia do Recife, cargo que começou a exercer a 31 de Março de 1891.

Foi por muito tempo redactor-proprietario do Commercio de Pernambuco e redigiu a Imprensa.

Seus serviços na campanha abolicionista foram de valor.

Falleceu em Recife a 27 de Setembro de 1904.

Antonio Firmo Figueira de Saboya (Des.or) — Natural de Sobral, tendo nascido a 14 de Outubro de 1828, e filho de José Saboia, nascido em Aracaty a 12 de Julho de 1800, e de sua mulher D.ª Joaquina Figueira de Mello, nascida em Sobral a 15 de Março de 1803, e fallecida na dita cidade em Março de 1873.

Formado em Direito a 26 de Setembro de 1853 pela Academia de Pernambuco, entregou-se á carreira da magistratura chegando a ser juiz de direito de Príncipe Imperial, Sant’Anna, Aracaty e Sobral, e finalmente Desembargador da Relação de Fortaleza, posto em que se aposentou. Exerceu tambem o logar de Chefe de Policia do Ceará e Pernambuco, e foi deputado provincial.

Era Cavalleiro da Ordem da Rosa.

Falleceu a 23 de Janeiro de 1902.


Antonio Fiuza de Pontes (B.el) — Filho do Coronel Antonio de Pontes Fiuza Lima e D.ª Maria Umbelina de Carvalho Pontes, fallecida a 12 de Agosto de 1909 com 51 annos de edade e 34 de casamento, teve por avós: paternos Alexandre de Pontes Simões e D.ª Raymunda da Expectação Fiuza Lima e matemos Francisco Xavier de Carvalho e D.ª Sabina Xavier de Carvalho.

Nasceu na cidade de Lavras no dia 14 de Junho de 1876, e fez seus primeiros estudos na cidade de Aracaty, frequentando o antigo curso de latim regido pelo Conego João Francisco Pinheiro.

92