Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/116

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


José Clarindo, o partido victorioso procedeu a uma nova organisação judiciaria em que elle foi aproveitado como juiz de direito da Comarca de Sobral, cargo em que se manteve até Março de 1899 quando feriu-o incoercivel atrophia do nervo optico, que o forçou á aposentadoria (Agosto) com os vencimentos de juiz e as honras de Desembargador. Tratando do triste caso escreveu-me o illustre homem de letras: « Não me lastimo, não. Da treva que se Formou em torno de mim surgiu a luz, que me fez ver a Providencia; vejo-a nos carinhos da familia, no gosto por estudos que me fazem pensar, na fé garantidora, que me não permitte desesperar. » O Desembargador Ibiapina tem sido assiduo collaborador da Imprensa Sobralense e á causa da abolição dos escravos e em geral ao progresso de sua terra tem prestado o precioso concurso de sua justamente apregoada intelligencia.

Antonio Joaquim Damazio (Pharmaceutico) — Nasceu na cidade da Fortaleza a 16 de Abril de 1881 e baptisou-se no dia 16 de Abril de 1883, na Egreja do Patrocínio, tendo como padrinhos o Conselheiro Dr. Rodolpho E. de Souza Dantas e D.ª Philomena Machado.

Filho do Dr. Cândido Mariano Damazio e D.ª Izaura de Seixas Damazio.

Fez parte do seu curso preparatório no Externato do Gymnasio Nacional do Rio de Janeiro e terminou-o no Gymnasio de Florianopolis em Santa Catharina, em Dezembro de 1898.

Cursou a Escola de pharmacia e medicina do Rio de Janeiro tomando o gráu em Janeiro de 1903.

Nomeado Pharmaceutico adjunto do Exercito a 13 de Abril de 1903, foi designado para servir no Laboratorio Chimico Pharmaceutico Militar e depois transferido para o Laboratorio Militar de Bacteriologia e Microscopia clinica.

Desde então dedicou-se com fervor ás sciencias physico-chimicas.

Como auxiliar technico do Laboratorio de Bacteriologia

e Microscopia clinica, na secção de chimica biologica tem

97