Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/117

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


revelado grande competência e as suas analyses são reputadas entre as melhores dos Laboratorios existentes no Rio de Janeiro.

Trabalhador, activo e intelligente prosegue nos seus estudos na Faculdade de Medicina e presentemente cursa a 5.a serie medica.

Antonio Joaquim da Silva Tamborim (Cap.m) — Outr’ora Antonio Joaquim da Silva. Foi o chefe de uma pleiade de cearenses bravos e patriotas, que tantos serviços prestaram ao exercito e á armada nacionaes.

Era natural da freguezia de S. Antonio no municipio de Quixeramobim, onde nasceu a 12 de Janeiro de 1801, sendo seu pae um dono de engenho em Baturité, chamado Luiz Carlos da Silva.

Assentou praça no exercito a 25 de Outubro de 1828 e teve baixa do mesmo a 9 de Maio de 1832; a 12 de Abril de 1840 de novo assentou praça na Companhia de artilharia de 1.ª linha do Ceará e neste mesmo dia foi promovido a sargento, ficando aggregado.

A 16 do dito mez foi commissionado pelo Presidente da Provincia no posto de 2.º tenente de artilharia e a 24 marchou commandando a referida companhia de artilharia, que fazia parte das forças expedicionárias ao mando de Torres contra os rebeldes do Piauhy e Maranhão. Tomou parte no ataque geral de Frecheiras, Piauhy, a 13 de Junho seguinte, sendo gravemente ferido e recebendo elogios pelo modo como se houve, sendo ainda recommendado em Ordem do dia do Presidente do Ceará, pelos serviços prestados na acção dada aos rebeldes em Burity.

Andando em exploração com 70 praças, entrou em acção com os rebeldes no acampamento de Mumbaba, onde se portou com toda coragem, sendo por isso elogiado pelo commando em chefe em Ordem do dia de 8 de Agosto.

A 7 de Junho de 1841 foi dispensado do posto de 2.º tenente em commissão e reintregue a 6 de Agosto seguinte, reassumindo tambem o commando da companhia de artilha-

98