Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/126

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Antonio Luiz Drumond da Costa (B.el) — Filho do Major Joaquim José da Costa e D.ª Anna Isaura Drumond da Costa. E’ Bacharel em Direito pela Academia do Recife.

Redigiu O Norte, jornal politico em Fortaleza.

Faz parte da Academia Cearense desde o seu inicio.

Foi juiz municipal de Humaytá, Estado do Amazonas, e é actualmente audjtor de guerra em Manáos.


Antonio Manoel da Costa Barros (Dr.) — Nasceu em Aracaty em 1850, sendo seus paes o Coronel Costa Barros e D.ª Ursula Antunes da Costa Barros.

Fez o curso de humanidades na cidade natal e na Bahia, cuja Faculdade cursou durante alguns annos e passando-se ao Rio de Janeiro ahi recebeu o diploma de doutor em medicina em 1877.

Versou sobre Keratite 4 dissertação de sua These de doutoramento.

Dedicou-se desde os mais verdes annos á literatura, consagrando-se principalmente á poesia. Infelizmente não foi publicado, por motivo que ignoro, um livro de poesias, que colleccionou e que ia dar a lume sob o titulo Cantos da mocidade, com um prefacio de Julio Cesar da Fonseca Filho, seu amigo e conterrâneo.

Costa Barros creou e foi redactor de dous jornaes scientificos e literários na Bahia, o Prenuncio e a Nova Era, em que estampou muitas de suas composições, e de que foram collaboradores Satyro de Oliveira Dias, Ambrosio Philocreão, Pedro Ribeiro, Benicio de Abreu, Castro Rabello Junior e outros distinctos collegas seus.

A seus esforços e á sua custa foram impressos e publicados na Bahia os dous pamphletos politicos de propaganda republicana Palavras de um Revolucionário e os Peregrinos da Democracia, escriptos por Julio Cezar da Fonseca Filho.

Falleceu a 10 de Maio de 1890.


Antonio Manoel de Medeiros (Dr.) — Nasceu em Aracaty a 23 de Abril de 1820, sendo seus paes Manoel do

107