Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/36

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Alberto Magno da Rocha — Nasceu em Santo Antonio do Aracaty-assú a 15 de Novembro de 1864 Filho do Tenente-coronel Mariano Cavalcanti Rocha e D.ª Thereza de Hollanda Cavalcanti.

Foram seus avós: Bernardino José da Rocha, paterno, e Arnaud de Hollanda Cavalcanti, materno. Este era oitavo neto do hollandês do mesmo nome, que Duarte Coêlho Pereira criou, e casou com Beatriz Cavalcanti de Albuquerque, de origem portuguêsa, que criou igualmente.

Foi graduado em sciencias jurídicas e sociaes a 11 de Julho de 1892 pela Faculdade de Recife.

Exerceu o cargo de promotor da justiça em Fortaleza ainda quando estudante do 5.º anno, foi juiz substituto de Quixeramobim e Granja, juiz de direito de Granja e actualmente é lente substituto da Academia do Ceará.

Em 1890 escreveu com Miguel Tinoco as Recoltas Litterarias, livro de contos, Recife, Typ. de F. P. Boulitreau, 1890, 60 pp.

Escreveu os Traços Biographicos do Dr. José Maria da Trindade, publicados no Jornal do Recife e Jornal do Commercio, da Capital Federal.

Tinha no prelo um livro, Meus Julgamentos, mas morrendo o editor, Dr. Frota e Vasconcellos, fracassou essa publicação.


Alberto Nepomuceno — E’ um cearense que tem adquirido incontestável renome graças á perseverança, aturado estudo e talento revelados na brilhante carreira a que se entregou com verdadeira paixão desde a tenra edade de 8 annos.

Nasceu em Fortaleza a 6 de Julho de Í864 e teve por genitor o maestro Victor Nepomuceno, que todos nós aqui conhecemos e que transportando-se com a familia para Pernambuco foi alli um dos professores mais queridos e procurados e, pode-se dizer, o introductor da musica classica.

Sob as vistas do pae e obedecendo as próprias inclina-

17