Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/51

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


dous mezes que succumbira ao mesmo mal aos 22 annos de edade seu primogénito, Raul Duarte, joven de grandes esperanças.


Alipio Luiz Pereira da Silva — Natural do Aracaty, onde exerceu a profissão de negociante e onde falleceu de uma congestão cerebral em Junho de 1900.

Era irmão do Dr. Adrião L. Pereira da Silva, Dr. Alvaro Caminha e dos Pharmaceuticos João Luiz Pereira da Silva e Affonso L. Pereira da Silva, e foram seus paes o negociante João Luiz Tavares da Silva e D.ª Maria Firmina Pereira da Silva, fallecida no Rio de Janeiro a 12 de Janeiro de 1883.

Publicou: —Considerações geraes sobre as províncias do Ceará e Rio Grande do Norte: Rio de Janeiro, Typ. União de A. V. Coelho da Rocha & C.ª, 137 Rua do Hospicio, 1885.

Deixou inédita uma Monographia sobre a Serra de Baturité.

Seu irmão, o Pharmaceutico João Luiz, que exerceu por muito tempo a profissão em Aracaty, falleceu a 25 de Maio de 1901 na cidade de Palmares, Pernambuco, onde estava em tratamento.


Alvaro Bomilcar — Nasceu em 1874 na cidade do Crato, e foram seus paes Fenelon Bomilcar da Cunha e D.ª Anna de Alencar Bomilcar.

Sahiu do Ceará em 1888, com destino ao Rio de Janeiro afim de seguir a carreira commercial, na qual permaneceu trez annos, não tendo como caixeiro feito progressos apreciaveis.

Em 1892 assentou praça no Exercito e foi-lhe designada a Escola Militar do Ceará; em 1893 seguiu para os campos do Rio Grande do Sul, afim de defender o governo d’aquelle Estado, então ameaçado pelas eventualidades da celebre revolução, que devia, mais tarde alliada aos descontentes da Armada, trazer ao paiz tão grande copia de males.

Tendo deixado os campos do Sul em 1894, reencetou seus estudos na Escola Militar do Rio em 1896, mas em Maio de

32