Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/81

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


— A evolução do passado, publicado na «Revista do Instituto do Ceará», vol. 17º.

— Apontamentos biographicos do notável oculista cearense doutor Moura Brazil, vindos á luz no n.º 4 do Ceará IIlustrado.

— Juizo Critico sobre o Diccionario geographico e histórico das campanhas do Uruguay e Paraguay pelo General Leite de Castro, publicado no dito periodico.

Redigiu com Antonio Bezerra, Studart e Ferreira do Valle o jornal Ceará, e foi assiduo collaborador da Verdade, orgam catholico de Fortaleza e redactor-director da Galeria Cearense.


Antonio Baptista de Moraes (Dr.) — Filho de Antonio Baptista de Moraes Barros e D.ª Maria Vicencia Clara» nasceu a 7 de Maio de 1850 em Quixeramobim.

Era doutor em Medicina pela Faculdade do Rio de Janeiro, perante a qual sustentou a 28 de Dezembro de 1880 sua These, que versou sobre Phlegmasia alba dolens; começara, todavia, os estudos médicos na Bahia.

Victimado pelo paludismo, falleceu a 21 de Setembro de 1905 no Alto Acre, onde notabilisara o nome como um dos mais prestigiosos e valentes companheiros de Plácido de Castro.


Antonio Barbosa de Freitas — Filho de D.ª Maria Barbosa da Silva, nasceu na cidade de Jardim.

Appareceu em publico em 1879 com a poesia Hypochrates ou o medico, a que se seguiram muitas e muitas outras, algumas das quaes verdadeiras joias literarias.

Conheço delle :

— D. Juan Cacique. Poema Biographico ou a Epopea do famoso João dos Santos, Cabo Frio, 1881.

Não foi publicado em Cabo Frio como diz, mas em Fortaleza e a expensas do negociante João Cordeiro. Eu mesmo

vi Barbosa de Freitas escrever trechos delle servindo-lhe de

62