Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/343

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


t)OM JOAO VI NO BRAZIL 90?

olha para as ideas de melhoramento das instituigoens publicas, como tendentes a anarchia, em vez de servirem a firmeza do Governo."

A divulgagao das nogoes scientificas e de economia so cial nao ficou de resto sem resultados palpaveis. Assim, in- troduzio-se e applicou-se no Brazil a vaccina, contra a qual existiam as mais fortes prevengoes, sobretudo na Inglaterra, onde ate protestavam violentamente contra a inoculagao os reaes collegios de clrurgioes de Londres e Dublim, e se manifestava a propria repugnancia pessoal de Dom Joao VI, que pelo menos em 1807, antes de se mudar para o Brazil, chegou a mandar imprimir a sua custa um folheto des- acreditando semelhante pratica preventiva.

Outro tanto aconteceu no dominio da caridade publica. A Santa Casa da Misericordia installou uma enfermaria es pecial para loucos, outra para inuihetes. Separou-se a secgao dos orphaos, fundou-se um recolhimento para os do sexo feminino e abriu-se um lazareto, onde em 1818 existiam 84 leprosos pobres. A Casa dos Expostos, em que as amas eram negras alugadas, cujos senhores percebiam os salarios, offerecia mais do que limpeza, certo capricho no conforto. Alias a Santa Casa e suas dependencias produziam sempre o melhor effeito sobre os visitantes estrangeiros pela sua cuidada conservagao. Debret, entre outros, elogia sern re- servas os hospitaes brazileiros do tempo.

Em dominio algum tadavi a como no militar se apre- sentava mais vivo o contraste entre o que era o Brazil em 1808 e o que passava a ser em 1818. O apoucado dos recur- sos de defeza e a inferioridade dos instrumentos de ataque, vimos que foram os motives principals da politica vacillante

D. J. 57

�� �